Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

sábado, janeiro 28, 2017

Crescimento do império de Eike no RJ coincide com período da propina

Grupo EBX, do empresário, se consolidou entre 2007 e 2010

© REUTERS / Sergio Moraes
Política CORRUPÇÃO Há 12 Horas POR Notícias Ao Minuto
 
O crescimento e a consolidação do grupo EBX, do empresário Eike Batista, que é procurado pela Polícia Federal, coincide com o período em que ocorreram os esquemas de pagamento de propina no exterior para Sérgio Cabral, então governador do Rio de Janeiro, que entre os anos de 2007 e 2010, estava em seu primeiro mandato.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, a denúncia do Ministério Público Federal que resultou no pedido de prisão do ex-bilionário do grupo EBX aponta que o esquema de corrupção desviou até US$ 100 milhões.

Eike depositou cerca de US$ 16,5 milhões que seria destinados ao bolso do ex-governador.

Neste período, Eike Batista torna público o relacionamento dele com políticos, o que ocorre em paralelo ao sucesso de suas empresas.

Um exemplo destacado pela Folha é o Porto do Açu, que fica no norte do estado do Rio.

A área foi desapropriada pelo governo para a construção de um distrito industrial.

Famílias foram retiradas do local sem ordem judicial e indenizações não foram pagas.

Eike acabou comprando o terreno, em 2010, e logo começou a fazer obras.

Nenhum comentário: