Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

quarta-feira, janeiro 04, 2017

Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.



O nome Elias significa "o Senhor é Deus". 

E Eliseu, "Deus é salvação".

A fé que nos leva à salvação possui exatamente a sequência dos significados dos nomes desses profetas: é preciso crer e confessar que Jesus Cristo é o Senhor pois só no Senhor é possível ser salvo (Mateus 10.32; Atos 16.31; Filipenses 2.11).

Tanto Elias quanto Eliseu viveram após o reinado de Salomão, quando a nação de Israel estava dividida em dois reinos independentes. 

Judá ao sul e Israel ao norte. 

Ambas tiveram entre seus cidadãos homens levantados pelo Senhor para tratar de assuntos como justiça social, a necessidade do afastamento do pecado e da aproximação a Deus.

Naquela época, Deus havia instituído nos dois reinos as figuras dos profetas, dos sacerdotes e permitido a existência da monarquia como forma de governo administrativo. 

Quando os líderes e os governos desviavam-se dos propósitos divinos os profetas entravam em ação.

Os dias de Elias em Israel se passaram num período em que seu país ganhou fama devido a grande impiedade do rei Acabe e sua esposa Jezabel e desvios dos caminhos do Senhor por parte da maioria dos judeus.

A apostasia de Onri e Acabe
Onri (em hebraico, impetuoso) foi rei de Israel e pai de Acabe. 

Na esfera de poder neste mundo, foi um grande administrador, fundou Samaria e fez dela a capital de seu reino. 

No que tange à fé, exerceu um mau reinado e aplicou uma péssima instrução ao filho, que o precedeu no trono (1 Reis 16. 23-28).

Acabe (hebraico: irmão do pai, isto é, muito semelhante ao pai), governou no período de 874 e 853 a.C.. Ele é descrito como o monarca que mais irritou ao Senhor, e esta declaração é apresentada revelando que ele construiu um bosque (1 Reis 16.33). 

Não se trata da construção de um simples arvoredo, era a tentativa de misturar elementos de culto judaico com elementos de culto cananeu, a criação de um ambiente de culto pagão preparado pelo rei, onde se encontrava troncos de árvores com imagens de esculturas, lugar em que o povo era incentivado a reunir-se para adorar a Baal e Asera (sugestão de leitura no rodapé), ou seja, Acabe institucionalizava a apostasia dos judeus, o governo de Acabe patrocinava a idolatria em Israel, induzia o povo de Deus a afastar-se dEle.

A apostasia no seio dos grupos religiosos denominados "Igreja".
 
O crente com coração duvidoso é lançado para todos os lados e nada receberá do Senhor. 

Nada! 

A consequência de ser um crente inconstante leva ao mesmo resultado que as ondas recebem do oceano. 

Grandes movimentos ondulatórios de águas são lançados às praias e quebram-se nos rochedos ou na areia. 

Ao ler a Bíblia Sagrada, é preciso ater-se aos detalhes. 

Tiago redigiu carta aos crentes, não foi aos incrédulos. 

Em sua missiva mencionou cristãos com ânimo inconstante: num momento seguem a Cristo e em outro seguem os instintos da carne.

Vamos ao que está escrito pelo apóstolo: "Meus irmãos, tende grande gozo quando caírdes em várias tentações; sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. 

Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma. 

E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. 

Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte. 

Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa. 

O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos" - Tiago 1.2-8.

O apóstolo Paulo tratou do mesmo assunto, porém, focando crentes que estão em outro nível deplorável. 

Existem pessoas que em alguma parte do passado delas tiveram a condição de salvas e depois perderam a salvação que Deus lhes deu. 

A fé e a salvação não foram tirada delas. 

Ao desprezar por conta própria a fé e o dom da salvação, perderam a posição de salvas. 

Após a inconstância à fé elas decidiram por abandoná-la em definitivo. 

Paulo escreveu o seguinte: "Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios" - 1 Timóteo 4.1.

Apostatar é o mesmo que renunciar. 

Não é possível abandonar aquilo que nunca foi nosso. 

Paulo não afirmaria que alguns largariam a fé se em alguma fase da vida não a possuíram.

A fé genuína e a fé pagã

É uma pena ver cristãos entrando em seminários teológicos e ao concluírem seus cursos saírem de lá piores do que entraram - há casos de apostasia. 

Isto ocorre em algumas instituições de ensino que não prezam pela vida espiritual dos alunos. 

Que se multipliquem os teólogos entre nós, porém, que o conhecimento mais importante seja enfatizado, que é o temor a Deus.

A palavra religião, tem raiz no termo latim religare (ligar outra vez). 

Tiago explicou como ocorre a religação com Deus - faça o bem aos necessitados e evite se sujar com o pecado: "A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo" - Tiago 1.2. Muita gente falha nesta lição. 

Pratica o bem e ao mesmo tempo não se importa em pecar, ou contaminado com o pecado faz o bem pensando que por meio da caridade se tornará limpo.

Na sociedade moderna, os religiosos que seguem as determinações bíblicas rigidamente são considerados fundamentalistas, fanáticos, retrógradas. 

E para esquivar-se dessa hostilidade, muitos que se apresentam como cristãos praticam a religião proposta por Acabe - uma fé misturada. 

A filosofia da atualidade é: adore a Deus, mas não precisa seguir à risca os princípios bíblicos, relativize as propostas das Escrituras Sagradas. 

Adapte a Palavra de Deus a você, não permita que ela molde você.

Ao contrário de Jezabel, Acabe não teve iniciativa clara de matar profetas e nem de erradicar a religião judaica de Israel. 

Ele tentou misturar religiões. 

São muitos que hoje em dia desejam viver uma religião cristã cheia de misturas com diversos movimentos religiosos.

E isso nos leva a perguntar: como vai a sua fé? 

Quais são as bases de suas decisões diárias? 

Só a Bíblia Sagrada deve ser a nossa regra de fé e conduta (Salmo 119.109).

Conclusão

O objetivo de Deus não é fazer com que as almas se convertam em cristãos assembleianos, cristãos batistas, cristãos presbiterianos, arminianos ou calvinistas. 

Apenas deseja que as almas sejam seguidoras de Jesus Cristo. 

Você quer praticar seu cristianismo frequentando a Assembleia de Deus? 

Ótima opção! 

Batista? 

Muito bem... 

Mas, se fazendo presente nelas ou em outras denominações evangélicas, cuide-se para que a placa denominacional do ministério cristão que mais aprecia esteja sempre abaixo da sua adoração a Deus e a Jesus Cristo.

Não se esqueça porém, que a verdadeira Igreja do Senhor e Salvador Jesus Cristo, é toda a pessoa que passou pelo processo do "Novo Nascimento" como Jesus Cristo instruiu a Nicodemos: "Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.

Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?

Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.

Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo". JOÃO 3: 3 a 7.

 "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome;

Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus". JOÃO 1: 12 e 13.

Com essa afirmação de Jesus Cristo, está comprovado que no mundo existe duas categorias de seres humanos: os filhos de Deus e os filhos do Diabo. 

Disse Jesus: "Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. 

Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. 

Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.

Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus". JOÃO 8: 44 e 47.

"Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. 


Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.

Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus. 

Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. 

Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus.

Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.

Não como Caim, que era do maligno, e matou a seu irmão. 

E por que causa o matou? 

Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas".  I JOÃO 3: 8 a 12.

Em síntese, no céu não vai entrar Batista, Pentecostal, Presbiteriano, Adventista, Católico, muçulmano e outros rotulados por títulos religiosos, no céu só vai entrar SALVOS POR JESUS CRISTO.


Equiparar em importância o Evangelho de Jesus Cristo, sintetizado por Tiago como "a religião pura e imaculada", aos credos religiosos é o mesmo que viver uma situação similar à religiosidade proposta por Acabe. 

Que cada um de nós tenhamos o devido cuidado para não tratar dogmas e ortodoxias como deuses em nossa jornada de fé. 


Igreja viva do Senhor e Salvador Jesus Cristo Valter Desiderio Barreto.

Nenhum comentário: