Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

sábado, setembro 03, 2016

Cooperativa é reconhecida como entidade de utilidade pública


Em segunda e última discussão, os vereadores da Câmara Municipal de Parauapebas aprovaram na sessão ordinária da última terça-feira (31) o Projeto de Lei nº 08/2016, declarando como entidade de utilidade pública a Cooperativa dos Artesãos da Região dos Carajás, denominada Mulheres de Barro.



Ivanaldo Braz - PSDB

De autoria do vereador Ivanaldo Braz (PSDB), o projeto defende que a entidade tem sido responsável por promover intercâmbio entre as Casas de Cultura dos municípios de Canaã dos Carajás e Marabá, realizando atividades de difusão do conhecimento adquirido sobre a riqueza arqueológica registrada e salvaguardada da região, por meio de apresentação da produção cerâmica, das mídias pedagógicas geradas no processo de educação patrimonial e oficinas de sensibilização artística, contribuindo no processo de educação e garantia de direitos culturais para a comunidade.


Imagem retirada do Facebook Mulheres de Barro

Segundo ainda o autor do projeto, a Cooperativa dos Artesãos da Região dos Carajás vem ampliando as atividades educativas importantes no processo de difusão do conhecimento e promoção do desenvolvimento sociocultural de um povo em formação, buscando garantir maior oferta de programas de educação ambiental abrangentes às artes, à cidadania, ao desenvolvimento intelectual e à sustentabilidade dos produtores culturais, garantindo direitos culturais para crianças, jovens e adultos.

O projeto será encaminhado para sanção do prefeito Valmir Mariano. 


Após a publicação, a cooperativa Mulheres de Barro será de fato uma entidade de utilidade pública.

Título honorífico

Na mesma sessão, e também em segunda e última discussão, o plenário da Câmara Municipal aprovou a concessão da comenda “Cidadão Honorário” ao artesão Valter Desidério Barreto, “em reconhecimento à importante iniciativa ambiental, pela autoria da técnica inédita de confecção de produtos utilitários com caroços de açaí”.


Valter Desidério - imagem de arquivo pessoal do artesão.




A proposição é de autoria do vereador Bruno Soares (PSD), por meio do Projeto de Decreto Legislativo nº 001/2016. 

Ao justificar a sugestão, o parlamentar informou que o artesão produz, usando cola e caroços de açaí, peças utilitárias em formatos de cadeiras, mesas, tapetes, armários, divisórias para escritório, revestimentos de parede, jarros e outros produtos de longa durabilidade.

Segundo Bruno, o reconhecimento da importância dessa técnica e o estímulo à produção de itens confeccionados com caroços de açaí “contribuirão para reduzir o descarte inadequado e aumentará a vida útil do aterro, que não receberá mais esses resíduos”.


Bruno Soares - PSD

A Câmara Municipal realizará sessão solene, em data a ser definida, a fim de proceder a entrega da referida distinção honorífica.



Texto: Waldyr Silva / Revisão: Nayara Cristina / Foto: Coletivo 2.8 Ascomleg

Nenhum comentário: