Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

quarta-feira, junho 08, 2016

Servidores público municipal de Parauapebas promovem baderna em Câmara M...





A importância do servidor público:

artigo de Augusto Dourado*

O cidadão quer um serviço público proporcionado pelo Estado que funcione,
e para isso exige servidores dedicados e preparados para fazerem o
melhor com o objetivo de atenderem às suas necessidades.

A prestação do serviço público é das mais importantes atividades de uma comunidade, de uma sociedade ou de uma nação.

Nenhum país, estado ou município funciona sem seu quadro de servidores públicos, responsáveis pelos diversos serviços colocados à disposição do cidadão.

Portanto, é de suma importância exaltar quem executa o papel de prestador de serviço à sociedade.

Neste contexto, prestar serviço à população com qualidade e dedicação deve
ser sempre a meta dos servidores e estar entre seus objetivos.

Segundo se depreende das disposições constitucionais em vigor, servidores
públicos são todos aqueles que mantêm vínculo de trabalho profissional
com os órgãos e entidades governamentais, integrados em cargos ou
empregos de qualquer delas: União, Estados, Distrito Federal, Municípios
e respectivas autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de
economia mista.



Trata-se de designação genérica e abrangente introduzida pela Carta de 1988, uma vez que, até a promulgação da Constituição Federal hoje em vigor, prevalecia a denominação de funcionário público para identificação dos titulares de cargos na administração direta, considerando-os equiparados
aos ocupantes de cargos nas autarquias, aos quais se estendia o regime estatutário.

A partir, portanto, da Constituição de 1988, desaparece o conceito de funcionário público, passando-se adotar a designação ampla de servidores públicos.

A cada dia, o papel do servidor público não é apenas o de ser estável.

É muito mais do que isso, pois a sua atuação está necessariamente voltada para os anseios da comunidade ou sociedade.

A estabilidade dos servidores somente se justifica se ela assegura, de um lado, a continuidade e a eficiência da Administração e, de outro, a
legalidade e impessoalidade da gestão da coisa pública.

A responsabilidade do servidor público é muito grande, tornando-se um privilégio por tratar-se de um agente de transformação do Estado.

O servidor deve estar sempre a serviço do público e, a partir desta
lógica, listamos alguns princípios fundamentais à sua atuação:

Agente de transformação a serviço da cidadania, o que se torna uma diferença marcante dos demais trabalhadores;
Compromisso intransigente com a ética e com os princípios constitucionais;
Atualização permanente e desenvolvimento de novas competências;
Capacidade de lidar com a diferença e a diversidade;
Habilidade para atuar em diferentes contextos e sob diversos comandos;
Lidar com o que é de todos.

O principal diferencial do servidor público é que este tem a oportunidade de servir à comunidade em que está inserido.

Por isso, esta não pode ser vista como uma profissão qualquer, e sim como um desafio de se cuidar do que é de todos nós.
Especialista em RH

Infelizmente o comportamento desses servidores públicos municipal de Parauapebas,
não corresponde com a definição de SERVIDOR PÚBLICO no artigo acima transcrito.

Além dos mesmos não prestarem um serviço de qualidade a população parauapebense, ainda se dão ao luxo de exigirem
"RESPEITO AO SERVIDOR PÚBLICO" em seus atos e manifestações de interesse
pessoal e não da comunidade a quem os mesmos devem RESPEITAR.

Hoje, a atitude deles no plenário da Câmara Municipal de Vereador de
Parauapebas extrapolaram na falta de respeito e educação para com os
representantes daquela Casa de Lei Municipal, e com os representantes da comunidade parauapebense que toda terça-feira comparece as sessões ordinárias para ouvir dos vereadores as importantes informações sobre as ações do governo municipal, como também seus atos em benefício da
população parauapebense como seus legítimos representantes.

Os servidores baderneiros que com suas atitudes vergonhosa de desrespeito aos legisladores municipal, que obrigou obrigaram o presidente daquele legislativo a encerrar a sessão precocemente por não ter clima para prosseguir em frente, se esqueceram que eles também são SERVIDORES PÚBLICO, o patrão deles é o povo também, que os elegeu para cuidar do que é de todos.

Nem parecem que são detentores de cursos de graduação universitária, alguns tendo até pós em alguma coisa !

Ridículo o papel desses servidores !

Que exemplo eles estão dando para as crianças, os adolescente e os jovens sobre o respeito ao direito do espaço dos outros ?

A palavra de ordem deles é que ali é a "Casa do Povo", mas eles também
esqueceram, que ali é o espaço deles, ali é onde eles têm o direito de livre manifestação sem serem interrompidos por ninguém.

Por isso mesmo é chamado de PODER LEGISLATIVO, cujos representantes legalmente
constituídos pelo voto direto em eleições municipais, tem todo o direito de realizarem suas atividades sem serem molestados e nem importunados por ninguém.

Aqui fica registrado não só o meu voto de protesto contra esse grupo de "servidores público" pela atitude desrespeitosa praticada contra os vereadores de Parauapebas e contra toda a sociedade parauapebense, porque eles são os nossos legítimos representantes
independentemente de alguns serem da situação ou oposição, como também o voto das pessoas que foram até ali para ouvirem tão somente os Edis, e os baderneiros servidores público municipal de Parauapebas não os permitiram ouvi-los. 




Texto e vídeo: Valter Desiderio Barreto - Jornalista.

Um comentário:

Geneci Feitosa disse...

Sua manifestação na Câmara Municipal de Parauapebas contra esses baderneiros ontem foi legítima e magnifica jornalista Valter ! Você soube traduzir com clareza a indignação daquelas pessoas que estavam no auditório interessadas em ouvir os vereadores, e não aquele grupo de servidores municipal que não tem o que fazer e nem educação, que promoveram essa baderna registrada neste vídeo postado por você no You Tube tirando o direito das pessoas que vão ali na Câmara para ouvir os vereadores, repito. A audácia deles é tamanha, que se acham mais importante do que a população que exigem respeito a eles porque são servidores. E os vereadores que estão no seu espaço de trabalho como bem você disse na sua manifestação, também não são servidores público não ? Apesar deles serem tão estudados mais não se deram conta que a palavra servidor vem de servo, que também pode ser definido como escravo, e o único direito que o servo tem é exclusivamente o de servir aos seus patrões que neste caso, é o povo que garante o bom salário deles através dos impostos que todos nós pagamos para nos prestarem um bom serviço. Quem tem que ser respeitado é o povo que eles como servidores públicos não estão respeitando e nem prestando um serviço de qualidade no nosso município. Quando estão em seus postos de serviço atendem mal as pessoas que precisam dos serviços públicos, tanto nas escolas, como nos postos de saúde. Tratam a gente que se estivessem fazendo um favor para nós. Eles não respeitaram as pessoas que estavam no auditório da Câmara para ouvirem somente os vereadores e não eles, além do mais, cometeram crime de discriminação e preconceito contra toda a população que não são servidores público, quando eles aos berros parecendo um bando de aloprado drogados gritavam respeito aos servidores, como se eles fossem as pessoas mais importante da sociedade. Todo mundo merece ser respeitado, independentemente de ser servidor público ou não. Eles não tem vergonha na cara de estarem fazendo greve por aumento de salário, sendo que eles são os servidores municipais mais bem pago do Brasil, em média ganhando mais de cinco mil reais por mês, isso significa que eles estão ganhando mais do que os servidores públicos das capitais brasileira. Gostei quando você falou que eles nunca teve a iniciativa de convocar a população para fazer manifesto contra a Vale que está destruindo o nosso município esgotando a água do lençol freático com bombas que eles usam para esgotar a água para extrair o minério e isso está refletindo no secamento do rio Parauapebas. É a pura verdade que você falou, eles só se preocupam com o umbigo deles, só procura apoio da população quando eles reivindicar aumento salarial para eles e o prefeito não cede aos caprichos deles. Quero vê quando acabar a água do rio Parauapebas o que é que eles vão fazer, porque a prefeitura não ter dinheiro para pagar o gordo salário que eles ganham, porque nada vai funcionar na cidade, até os moradores vão ter que saí daqui para outro lugar, porque sem água ninguém vive, e isso eles não estão se preocupando, só estão pensando no hoje. Quero encerrar meu comentário lhe parabenizando pela sua atitude de não ter se intimidado com esses baderneiros que pensavam que estavam na casa da sogra deles e que todo mundo era obrigado a ficar calado com a baderna deles. Sua atitude com certeza foi aplaudida por todos que não comungam com esse tipo de comportamento de pessoas que tem a obrigação de manter a ordem e a disciplina em ambientes fechados destinados a pessoas civilizadas como a Câmara Municipal de vereadores para ouvir o que eles tem para informar a população sobre suas ações em benefício do povo que elegeram eles não importando que são da situação ou da oposição como você mesmo falou.