Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

quarta-feira, janeiro 28, 2015

Desperdício de água tratada chega a 50% em algumas cidades do RS

Principais problemas são vazamentos, ligações clandestinas e redes antigas.
Média nacional chega a 37%, segundo o Ministério das Cidades.
 

Do G1 RS


A crise no abastecimento em parte do país chama a atenção para os números do desperdício de água tratada. 

A média nacional chega a 37%, segundo o Ministério das Cidades. 

No Rio Grande do Sul, o índice é ainda mais alarmante, chegando a 50% em algumas cidades, como mostra a reportagem do RBS Notícias, da RBS TV (veja o vídeo acima).

Em Pelotas, no sul do estado, é comum ver água potável jorrando nas ruas. 

Segundo o Sanep, que abastece o município, metade da água distribuída se perde no meio do caminho. 

Os principais problemas são vazamentos, ligações clandestinas e redes antigas.

"Hoje o Sanep não possui nenhuma capacidade de investimento. 

Ele simplesmente consegue manter sua estrutura, porque não sobra nenhum dinheiro no caixa para fazer isso", diz o diretor do Sanep, Jacques Reydmans.

O problema das redes antigas e das rachaduras se repete na Fronteira Oeste. 

Conforme a Odebrech, responsável pela distribuição de água em Uruguaiana, há cinco vazamentos na rede da cidade. 

A concessionária afirma que o desperdício atualmente também chega à metade de toda a água que é tratada, mas garante que está fazendo a troca gradativa da tubulação.


Em Passo Fundo, no Norte, há pelo menos onze vazamentos que são consertados todo dia. 

A taxa de desperdício da água tratada na cidade também é alta: chega a 46%, se considerar o volume consumido e não contabilizado pela Corsan. 

Parte da rede foi construída há quase 50 anos.

 O município tem capacidade para tratar 60 mil metros cúbicos de água por dia.

“Os 46% são preocupantes porque impactam no faturamento da companhia.

E nós estamos trabalhando incansavelmente para reduzir essas perdas a um patamar aceitável”, diz o superintendente adjunto regional da Corsan, Vlademir Rezende.

Revolta marca enterro de advogado em Parauapebas

Membros do Sistema OAB despedem-se do advogado Jakson Silva


“Não vamos descansar enquanto todos não estiverem cumprindo pena. 
E continuaremos lutando pelo estado de direito, que sempre foi a sua luta.” (Jarbas Vasconcelos)

A emoção tomou conta de todos os familiares, membros do Sistema OAB no Pará e cidadãos presentes ao velório do presidente da subseção da OAB em Parauapebas, o advogado Jakson Silva, que foi assassinado no último sábado, na cidade de Manaus, estado do Amazonas. 
O corpo foi velado no estacionamento da sede da subseccional da Ordem em Parauapebas, cuja inauguração ocorreu em novembro do ano passado.

Consternado com a perda irreparável para a instituição, o presidente da seccional paraense, Jarbas Vasconcelos, compareceu ao velório acompanhado pelo vice-presidente, Alberto Campos, o secretário geral, Jader Kahwage, o diretor tesoureiro, Eduardo Imbiriba, o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Pará, Oswaldo Coelho, pelo presidente da Comissão de Defesa de Direitos e Prerrogativas, Antônio Barra Brito, o vice-presidente da referida comissão, Rodrigo Godinho, e os conselheiros seccionais Robério d'Oliveira e Dennis Serruya.

Dezenas de presidentes subseccionais da OAB também estiveram presentes na cerimônia: o presidente da subseção de Santarém, Ubirajara Bentes Filho, o presidente da subseção de Marabá, Haroldo Gaia, o presidente da subseção de Tucuruí, Marcelo Barreto, o presidente da subseção de Redenção, Carlos Eduardo Teixeira, e a presidente da subseção de Rondon do Pará, Adriana Lopes.

Homenagens

Para a advogada Irenildes Soares Barata, primeira mulher advogada a atuar em Parauapebas, o felecimento deve encorajar a todos a não desistir dos sonhos. "Jakson lutou até o final de seus dias pelos sonhos dele e a OAB sempre fez parte dos sonhos dele. 
Nós precisamos dar continuidade ao sonho que ele sonhava: o de uma sociedade mais justa e digna para todos."

Ao agradecer pela presença de todos os presentes, o vice-presidente da subseção de Parauapebas, Deivid Benasor da Silva Barbosa disse que Jakson era bem quisto por todos e essa é uma perda irreparável. 
Ele se comprometeu em não deixar a "peteca cair". "A OAB e a sociedade civil organizada estão de luto. 
E sempre que falamos em OAB lembramos do Jakson e é em nome dele que daremos continuidade ao trabalho que ele iniciou."

“Jakson esteve junto com a gente desde o início da formação do nosso grupo ‘OAB de todos’. 
E sempre foi um dos presidentes que mais nos cobrava melhorias para a advocacia na região.”, afirmou Alberto Campos, vice-presidente da OAB-PA.

“Ele sempre nos cobrou que déssemos continuidade ao sonho dele e um deles era trazer um curso de especialização para Parauapebas. 
E esse sonho será realizado em parceria com a Faculdade Maurício de Nassau, que trará pra cá uma especialização no primeiro semestre.”, informou Alberto.

Ele também lamentou que no Pará se mate mais do que no países em guerra e assumiu o compromisso de cobrar justiça deste e de outros casos de assassinato de advogados. “Não vamos descansar enquanto todos não estiverem cumprindo pena. 
E continuaremos lutando pelo estado de direito, que sempre foi a sua luta.”


“No Pará existem hoje mais de 14 mil advogados. 
E a nossa maior luta é pela vida, nossa maior prerrogativa.”, disse o presidente da subseção da Ordem de Marabá, Haroldo Gaia. “Essa era a luta do Jakson, que morreu batalhando para garantir dignidade aos cidadãos. 
Essa é a luta de todos nós. Por isso, impunhemos essa bandeira e digamos não à violência. 
A segurança pública precisa ser levada a sério no nosso estado.”

Emoção

A população de Parauapebas participou intensamente das últimas homenagens ao advogado Jakson Silva. 
Após o velório, um cortejo partiu da sede da subseção às 10h30 da manhã de hoje. 
Centenas de pessoas acompanharam o cortejo em carreata pelas ruas da cidade. 
Uma bandeira da Ordem foi hasteada no veículo que transportava o corpo do advogado. 
Jakson Silva foi sepultado no cemitério público de Parauapebas.


Fonte:  blogdoluizvieira.blogspot.com.br

“Maldito aquele que desprezar a seu pai ou a sua mãe. E todo o povo dirá amém !". Deuteronômio 27:16.




 "Nosso pai e nossa mãe não podem ser tratados de forma desrespeitosa, sob a pena divina de que sejamos exterminados da Criação de Deus:

“Qualquer que amaldiçoar a seu pai ou a sua mãe, certamente será morto; amaldiçoou a seu pai e a sua mãe; o seu sangue será sobre ele’.”. Levítico 20:9.

Êxodo 21:17“Quem amaldiçoar a seu pai ou a sua mãe, certamente será morto”.  

Provérbios 20;20“O que amaldiçoa a seu pai ou a sua mãe, apagar-se-lhe-á a sua lâmpada nas mais densas trevas”.

  Provérbios 23:22“Ouve a teu pai que te gerou; e não desprezes a tua mãe, quando ela envelhecer”. 
   
Provérbios 30:17“Os olhos que zombam do pai, ou desprezam a mãe, serão arrancados pelos corvos do vale e devorados pelos filhos da águia”. 

“Honra a teu pai e a tua mãe, como o SENHOR teu Deus te ordenou, para que se prolonguem os teus dias, e para que te vá bem na terra que te dá o SENHOR teu Deus”. DEUTERONÔMIO 5: 16.




Heloiza disse:



Pois é minha gente, a vida é assim: um dom que recebemos, quantos são abortados mesmo antes de pensar em nascer, nós estamos aqui compartilhando alegrias e mágoas, trocando experiências e isso é muito importante para desabafarmos um pouco, aliviar algumas dores que estão em nosso peito, mas as vezes esquecemos de que o dia de amanhã é um mistério para todos nós. 


Podemos fazer todo tipo de plano, o melhor possível para o nosso futuro, mas na real, não temos noção do que pode acontecer daqui meio segundo.


Tive a honra de cuidar da minha mãe até o fim, aos 95 anos … faz alguns dias q ela partiu mas, apesar da saudade, sinto a alma leve por ter cumprido uma das missões que julgo mais importantes na face da terra: cuidar dos pais na velhice.


Não se trata de dever cristão, isso é no mínimo humano. 


O fato de alguém cuidar bem dos filhos, dar carinho, etc. 

Não garante que mais tarde vai ter o retorno positivo disso e que nem mesmo o mínimo que esperarmos deles eles nos darão, principalmente porque somos um espelho para eles, eles estão vendo a forma como tratamos nossos pais e poderão amanhã refletir a mesma imagem … interessante isso … 


Nada justifica desprezar os pais … Uma boa dica é tentarmos entender a história de vida deles também, muitas vezes não sabemos o que eles passaram na vida … 


É sim muito sofrido para um filho não ser cuidado pelos pais, mas digo por experiência própria, melhor que “se vingar” é experimentar se dar a chance de perdoar. 


Se você conseguir imaginar a tristeza que se passa nos olhos de um idoso maltratado ou desprezado pelos filhos, vai também conseguir ver o quanto eles se arrependeram de ter feito certas coisas e como gostariam de voltar no tempo para fazer tudo diferente, então as vezes a chance de encerrar um ciclo de mágoas cai em nossas mãos e nós, assustados, sem saber o que fazer, nos esperneamos e tentamos nos livrar daquilo como se fosse uma batata quente, sem saber que estamos na verdade recebendo um tesouro disfarçado. 


Só quem experimenta sabe, o que é pegar nas mãos enrugadas de sua mãe, ver as lágrimas rolando de seus olhos e poder dizer a ela: fique sossegada, eu vou cuidar de vc, não por dever cristão, mas porque eu sei que se você pudesse faria tudo diferente hoje e, por acaso, eu também gostaria muito que meus filhos fizessem o mesmo por mim, não porque eu mereça, mas por eles terem se tornado seres humanos melhores.
bj p tds.

Eu não maltrato a minha mãe que é tudo pra mim. Estou no mundo através dela.

Eu te amo meu querido pai, Sem você eu não teria vindo ao mundo !


COMENTÁRIO:

       Quantos jovens e até mesmo pessoas adultas agem como imbecis, como estúpidos e como completos tolos diante do Senhor Deus, nosso Pai Celestial, erguendo a voz em ousada inimizade contra seu pai ou sua mãe e chamando para si mesmos demônios, espíritos e pensamentos maus?
     
 Quantos jovens e até mesmo pessoas adultas possuem solene respeito pelo seu próprio pai e sua mãe e decidem ser honrados e generosos com eles? Quantos compreendem que a questão sobre suas relações com seu pai e sua mãe é baseada na relação que devem possuir com Deus?

Não devemos aceitar o ensino de religiões que se atrevem a transgredir o mandamento de Deus com tradições imaginadas na cabeça de homens pérfidos e mal intencionados, que agem como servos de Satanás. 

O mandamento de obedecer, honrar e cuidar de nossos pais é mais importante do que guardarmos as tradições das igrejas e denominações religiosas.  

Não devemos permitir que as Igrejas nos façam acreditar que nossos compromissos com elas são maiores e mais importantes do que o compromisso que temos com nossos pais. As igrejas não são Deus nosso Pai.

     Consideremos estes dois pronunciamentos de Cristo e que são decisivos na compreensão desta questão de princípio espiritual:
      Mateus 15:3-9“Ele, porém, respondendo, disse-lhes: ‘E vós, por que transgredis o mandamento de Deus por causa da vossa tradição? Pois deus ordenou: ‘honra a teu pai e a tua mãe’; e, ‘quem maldisser a seu pai ou a sua mãe, certamente morrerá’. Mas vós dizeis: ‘qualquer que disser a seu pai e a sua mãe: o que poderias aproveitar de mim é oferta ao Senhor; esse de modo algum terá de honrar a seu pai’. E assim, por causa da vossa tradição invalidastes a palavra de Deus. Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: ‘este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de Mim. Mas em vão Me adoram, ensinando doutrinas e preceitos de homens’.’.”

     Marcos 7:8-13“Vós deixais o mandamento de Deus, e vos apegais à tradição dos homens. Disse-lhes ainda: ‘bem sabeis rejeitar o mandamento de Deus, para guardardes a vossa tradição’. Pois Moisés disse: ‘Honra a teu pai e a tua mãe; e, quem maldisser a seu pai e ou a sua mãe, certamente morrerá’. Mas vós dizeis: ‘se um homem disser a seu pai e a sua mãe: aquilo que poderias aproveitar é Corbã, isto é, oferta ao Senhor’; não mais lhe permitis fazer coisa alguma por seu pai ou por sua mãe. Invalidando assim a Palavra de Deus pela vossa tradição que vós transmitistes; também muitas coisas semelhantes fazeis.”

       Algumas denominações são ousadas e ensinam que devemos deixar nossos pais em situação delicada, muitas vezes sem ajuda financeira e até mesmo para a sobrevivência básica, e que devemos pegar dinheiro que declaram ser devidos ao dízimo e ofertas e entregar na Igreja, ainda que a falta deste valor financeiro signifique a miséria de nossos pais. Isto é uma afronta a Deus como ficou completamente claro nas duas passagens que tratam deste assunto pelo próprio Cristo. O assunto é indiscutível: os nossos pais estão acima dos interesses materiais da Igreja, eles só ficarão abaixo da Igreja quando eles forem inimigos declarados da Palavra do Senhor e se opuserem ao que a Bíblia ensina e, a Bíblia jamais ensinará os filhos a serem rudes, grosseiros e mal intencionados com seus pais.

      Vivemos em um tempo em que nossa geração é rebelde e paganizada. Milhões de jovens acham grande coisa ser desobediente aos pais e é por isto que esta geração perversa será destruída diante do Todo-Poderoso pela manifestação de Sua gloriosa vinda nas nuvens dos Céus:

      2ª Timóteo 3:1-2“Sabe, porém, isto, que nos últimos dias, sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios.

Dissemos que os pais devem ser cuidadosos com a educação dos filhos e que os filhos devem ser humildes e honrarem seus pais. Mas há uma última palavra que deve ser dita sobre este assunto. Ela está assim revelada na Palavra de Deus:

      Deuteronômio 24:16“Não se farão morrer os pais pelos filhos, nem os filhos pelos pais; cada qual morrerá pelo seu próprio pecado”.

      Ezequiel 18:4,18-23“Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também o é a alma do filho: a alma que pecar essa morrerá”. “A alma que pecar essa morrerá; o filho não levará a iniqüidade do pai e nem o pai levará a iniqüidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele. Mas se o ímpio se converter de todos os seus pecados que cometeu, e guardar todos os Meus estatutos, e proceder com retidão e justiça, certamente viverá; não morrerá. De todas as suas transgressões não haverá lembrança contra ele; pela sua justiça que praticou viverá. Tenho Eu algum prazer na morte do ímpio? Diz o Senhor. Não desejo antes que se converta dos seus caminhos e que viva?”
 
A conclusão a que chegamos é de que todos os pais e filhos devem buscar o perdão para os desencontros que já houveram em suas vidas e seguirem por um novo caminho: o caminho da graça, da misericórdia e da bondade de Deus.

Não podemos aceitar o princípio de que devemos ficar em inimizade e em contenda entre nós! Isto é calamitoso. 

A Bíblia declara que: “se alguém não cuida dos seus, especialmente dos da família, é pior que um incrédulo e tem negado a fé”. Afinal, os pagãos, que não estão na Igreja, muitos milhões deles, possuem respeito por seus pais e tornam milhares de famílias da Igreja, que vivem em conflito, uma vergonha e um escândalo público. 

Um absurdo!

A única solução que conhecemos para este mal provocado por Satanás está descrita na Bíblia Sagrada e, deixaremos com quem nos lê para uma palavra final de reflexão: “Converte-nos a Ti, Senhor, e seremos convertidos; renova os nossos dias como dantes” (Lamentações de Jeremias 5:21); “Ensina-nos a fazer a Tua vontade, pois, Tu És o nosso Deus; guie-me o Teu bom Espírito por terreno plano”. (Salmo 143:10).


Valter Desiderio Barreto - Igreja viva do Senhor e Salvador Jesus Cristo, Sacerdote santo do Deus altíssimo. 


Assassinato de advogado Jakson de Souza e Silva seria cumprimento de lista "marcados para morrer" ou apenas coincidência?



 Jakson de Souza e Silva



As autoridades do estado do Pará precisam dar uma resposta imediata a sociedade paraense, ao Brasil e ao mundo, sobre os motivos que levaram assassinos contumazes, tirarem a vida de um cidadão, pai de família, em pleno exercício de sua atividade profissional na área do Direito, um dos pioneiros do município de Parauapebas, cujo nome constava na relação de uma lista de "Marcados para morrer", que circulou na cidade de Parauapebas no começo de janeiro de 2013, assim também, descobrir quem está por trás desta lista "negra", e a quem interessa a execução de mais de uma dezena de pessoas de diversos segmentos profissionais de influência na sociedade parauapebense.  



Coincidência ou não, no último dia 24 do mês em curso, um dos componentes desta macabra "lista negra", teve sua vida ceifada na capital amazonense. 



Este é o “modus operandis” do consórcio do crime organizado em qualquer país do mundo, inclusive no Brasil. 



Matar alguém fora do seu domicílio residencial para não levantar suspeitas de quem está por trás deste ato covarde e hediondo, e sem nenhuma justificativa convincente (nada justifica se tirar a vida de um ser humano, só Deus que tem esse direito, porque só Ele é o autor da vida, Ele dá, e pode tirar a hora que Ele quiser), como também para atrapalhar a investigação dos órgãos de segurança e proteção a vida humana. 



Como um dos mencionados nesta lista, fui o primeiro e único jornalista a divulgar no nosso blog esta lista, assim que tomei conhecimento de sua existência e ter procurado a Polícia Civil de Parauapebas para informar a autoridade policial, já que na mesma também consta o nome de um dos policiais lotado naquela delegacia, de nome Odorico Almeida, conhecido por “Rambo”, como também um delegado que não menciona seu nome na lista.



Nem a imprensa de Parauapebas e nem as autoridades do estado do Pará levaram a sério a lista de “Marcados para morrer”, que de acordo o que está escrito no começo do panfleto que foi distribuído na cidade em janeiro de 2014, indicando os nomes a serem executados e mais sete representantes de atividades diversas, essa "chacina" não era pra ter sido divulgada, porque o que tudo indica, tal ação criminosa do "Sindicato do Crime Organizado" que impera em Parauapebas e região, "vazou" a pessoa anônima, que por desencargo de consciência, denunciou ao "Disque Denúncia", e em seguida, espalhou a referida denúncia em alguns locais públicos de Parauapebas, para que as autoridades do município tomassem as providências cabíveis.



Refletindo sobre esse assassinato do amigo Jakson, sem querer atribuir de forma irresponsável ou  apontar, ou acusar essa ou aquela pessoa, a autoria de sua morte (isso cabe a polícia investigar os responsáveis por tal ação criminosa que deixou a cidade de Parauapebas mais uma vez perplexa com o que aconteceu com mais um assassinato de uma pessoa de bem), chego a conclusão que se eu não tivesse tido a iniciativa de tornar público através do meu blog, essa lista de marcados para morrer, no dia 17 de janeiro de 2013,  as execuções já teriam acontecido no ano passado. 



Óbvio que não temos dúvidas que os motivos do interesse na execução de cada pessoa que consta na lista, são diferentes. 



Mas como acontece nos filmes de gangsters (Em inglês, um gang pode ser um grupo de pessoas que trabalham em conjunto com o objetivo de alcançar algum propósito criminoso), que os membros da quadrilha fazem uma lista de pessoas a pedido de seus "clientes" que estão atrapalhando, ou incomodando seus interesses para executá-los, assim também acontece em Parauapebas e demais regiões do estado do Pará. 



Tenho certeza absoluta, que um dos motivos do meu nome constar nesta lista, é porque tenho cobrado das autoridades do Pará, o cumprimento das sentenças prolatadas pelo Juiz Federal CARLOS HENRIQUE BORLIDO HADDAD, contra todos os membros da quadrilha de Hackers de Parauapebas, que vivem na cidade como se nada tivesse acontecido em suas vidas, desfrutando das mesmas regalias e credibilidade como as demais pessoas de bem do nosso país, e até hoje, nenhum  membro dessa quadrilha condenado pela Justiça Federal  que participou do esquema de roubo de milhões em espécie, de clientes das instituições financeiras, nunca veio a público dar uma satisfação a sociedade parauapebense e do Brasil, se já pagaram suas sentenças pelos crimes de roubo que cometeram. 



Outro motivo do interesse na minha morte, parte do ex-prefeito de Parauapebas Faisal Salmen, que juntamente com todos os membros da 1ª Câmara de Vereador de Parauapebas, planejou o assassinato do ex-vereador JOÃO PRUDÊNCIO DE BRITO, pelo fato do mesmo não compartilhar com a corrupção em sua administração compartilhada com os vereadores daquela primeira legislatura, exercício 1999 a 2002, e por eu ter sido o único no município de Parauapebas a denunciá-lo na imprensa do estado do Pará, como o mentor intelectual daquele bárbaro crime, como também ter contribuído para inocentar a ex-esposa do vereador Brito Senhora MARLENE ABADIA DA SILVA, fazendo a Justiça obrigar a Câmara de Vereadores de Parauapebas indenizá-la por danos morais e materiais com a importância de 80 mil reais, devido as provas documentais produzidas por mim a seu favor, arroladas no processo de seu suposto envolvimento na morte do seu ex-marido. 



Junte-se a esses motivos, tem a publicação no jornal de minha propriedade "Boca no Trombone do Estado do Pará", da denúncia que fiz ao promotor de Justiça de Parauapebas em 2008 sobre a minha participação de um crime de falsidade ideológica cometido por Faisal Salmen e sua ex-esposa Bel Mesquita, em 1985. 



Sem contar que já fui agredido fisicamente pelo mesmo quando era vereador, no interior da Câmara Municipal de Parauapebas, em uma audiência pública com um tapa na minha boca diante de uma pequena plateia e representantes da imprensa local, que não esboçaram nenhuma reação de repúdio a atitude deste energúmeno, que só é valente quando ostenta um cargo público. 



Concluindo esse texto, quero fazer um desabafo. 



Durante o ano de 2014, a imprensa da capital paraense, assim também como a imprensa local, principalmente o monte de jornais que circulam na cidade, e alguns sites, quando tratava da denúncia de ameaças de morte denunciada na lista dos "Marcados para morrer", só citavam o nome do saudoso amigo Jakson e algumas vezes o atentado sofrido pelo amigo e colega "Popó", os demais nomes constante na lista, nunca foram citados, inclusive o nosso nome. 



Quero deixar bastante claro aqui, que o valor que tinha a vida do amigo Jakson que covardemente lhe foi tirada por facínoras contumazes, as das demais "vítimas em potencial" cujos nomes são mencionados na lista macabra, também tem. 



E esperamos que com essa tragédia anunciada que se abateu contra um membro da OAB, sirva de alerta para que se dê a mesma atenção e divulgação em todos os veículos de imprensa que for explorado esse fatídico, as possíveis próximas vitimas anunciadas do crime organizado de Parauapebas e região. 



Vou deixar uma pergunta no ar. 



Será que o assassinato do ilustre advogado Jakson de Souza e Silva, não foi uma forma de impedi-lo a tomar providências junto a justiça em relação aos possíveis assassinatos dos demais componentes da lista "MARCADOS PARA MORRER", já que "SEM ADVOGADO NÃO HÁ JUSTIÇA. 



E SEM JUSTIÇA NÃO HÁ DEMOCRACIA" ?





Meu apelo pessoal.



Diante da falta de segurança que grassa neste nosso país, a incapacidade que autoridades e órgãos de defesa da vida têm na proteção do direito a vida de cada cidadão de bem que aqui vive ou transita, eu apelo ao Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana CDDPH, ao Ministério Público Federal, ao Ministério da Justiça, ao Congresso Nacional Brasileiro, ao Supremo Tribunal Federal e ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, que ME TIREM DO BRASIL PARA QUALQUER PAÍS DO MUNDO AONDE EU TENHA A LIBERDADE DE TERMINAR MEUS DIAS DE VIDA QUE AINDA ME RESTAM, JUNTAMENTE COM MINHA ESPOSA, PORQUE EU NÃO QUERO SER A PRÓXIMA VÍTIMA DO CRIME ORGANIZADO QUE IMPERA NO NOSSO PAÍS ! 



NÃO PORQUE EU TENHA MEDO DE MORRER, MAS É PORQUE NÃO VALE A PENA MORRERMOS PELAS MÃOS DE BANDIDOS. 



Valter Desiderio Barreto.