Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

terça-feira, julho 11, 2017

Temer diz que respeitará 'qualquer que seja a decisão' da Câmara sobre a denúncia

Fala ocorre um dia após ser apresentado na CCJ da Câmara parecer pelo prosseguimento da denúncia contra o presidente.


Por Alessandra Modzeleski e Laís Lis, G1, Brasília
'A hora é de respostas rápidas', diz Michel Temer
'A hora é de respostas rápidas', diz Michel Temer.
 
 
O presidente Michel Temer disse nesta terça-feira (11) que vai respeitar qualquer que seja a decisão da Câmara sobre a denúncia de corrupção passiva contra ele. 
 
Temer deu a declaração durante discurso no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília. 
 
Ele participou de anúncio da linha de crédito do banco para o plano safra deste ano.
 
A fala de Temer ocorre um dia após ter sido apresentado, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o parecer do deputado Sérgio Zveiter a favor do prosseguimento da denúncia por corrupção passiva contra o presidente. 
 
"Reitero sempre que a Câmara, nesta semana, tem uma importantíssima decisão para tomar e eu respeitarei qualquer que seja a decisão", afirmou o presidente. 
 
Temer disse ainda que o momento não é de ter dúvidas ou receios. 
 
Segundo ele, "a hora é de respostas rápidas". 
 
"Reitero que o Brasil não pode esperar. 
 
É hora de o Brasil avançar. 
 
Nós vamos seguir em frente", afirmou o presidente. 
 
Temer se dedicou, em grande parte do discurso, a ressaltar medidas tomadas pelo governo que, segundo ele, tiraram a economia da recessão e modernizaram o país. 
 
O presidente citou propostas já aprovadas, como o teto para os gastos públicos e a reforma do Ensino Médio. 
 
Ele também falou de reformas defendidas pelo governo que ainda precisam de aprovação do Congresso, como a trabalhista. 
 
Enquanto defendia as ações de sua gestão, Temer refutou uma tese que ele diz estar ouvindo em alguns lugares: a de que, se a economia vai bem, não precisa de governo.
 
"De vez em quando eu vejo: 'Ah, se a economia vai bem, não precisa de governo". 
 
Precisa, sim. 
 
Porque foi esse governo que colocou a economia nos trilhos. 
 
Esse governo que está colocando o trem nos trilhos para que quem chegar em 2019 possa apanhar a locomotiva com os trilhos no lugar", afirmou o presidente. 
 
Temer concluiu o discurso usando uma analogia com a agricultura, já que o evento era de anúncio de crédito rural do Banco do Brasil. 
 
Ele disse que o governo plantou muito nos últimos meses e a colheita será "farta" para os brasileiros. 
 
"Nós vamos seguir em frente porque o meu governo tem plantando muito para mudar o rumo do país. 
 
Tenho certeza de que a colheita será farta para todos os brasileiros", disse.
'Meu governo tem plantado muito para mudar o rumo do país', diz Temer
'Meu governo tem plantado muito para mudar o rumo do país', diz Temer

Reforma trabalhista

Temer também mostrou confiança na aprovação da reforma trabalhista, que será votada nesta terça no plenário do Senado.
 
“Hoje à noite vamos finalizar a modernização da legislação trabalhista, que é exatamente para fazer o combate do que é o objetivo central do nosso governo: combater o desemprego”, afirmou. 
 
"Um desafio que ficou adiado por décadas e meu governo não perdeu tempo. 
 
Essa matéria será apreciada hoje pelo Senado Federal, será aprovada", completou o presidente.
'Se Deus quiser, vamos finalizar a modernização da legislação trabalhista', diz Temer
"Se Deus quiser, vamos finalizar a modernização da legislação trabalhista", diz Temer

Um comentário:

Blog do Valter disse...

Senhor Presidente Michel Temer !

Você só está falando isso depois que comprou o apoio de deputados para lhe blindar da sua possível cassação de mandato, distribuindo quantia fabulosa em dinheiro para liberar emendas parlamentares, trocando membros da CCJ que não lhe apoia por aqueles comprado por você.

Enquanto você está investindo mais de Um Bilhão de Reais em aliados para se manter no cargo, a saúde do nosso país, está um caos, a segurança, as estradas, a educação, os setores essenciais necessário para a manutenção da qualidade de vida de nós brasileiros estão na UTI por falta de recursos financeiro.

A população do Rio de Janeiro, principalmente crianças, estão sendo mortos em confrontos de bandidos com policiais, que também estão sendo mortos,como os demais estados também, e você preocupado com a sua permanência no poder, conforme o que o Brasil inteiro está assistindo nos noticiários televisivos todos os dias.

A população brasileira para você é apenas um detalhe senhor Presidente !

Porque você é formado em Direito, expert em oratória, pensa que seus argumentos e de seus advogados de defesa tem convencido os brasileiros que você está sendo sincero, e que está sendo vítima de calúnias, conspiração de adversários políticos, ou complô contra você, subestimando a nossa inteligência, não está não senhor Presidente !

Seus advogados estão ganhando muito dinheiro para lhe defender, esse é um direito deles que é garantido pela lei universal que diz: "Todo réu tem direito a defesa".

Mas o fato de você ter direito a defesa, não significa que você é inocente do que está sendo acusado pelo Ministério Público Federal, até porque se você tivesse convicção da sua inocência, você não estaria preocupado com a aprovação do relatório do relator, que é do seu próprio partido PMDB, que será entregue a comissão da CCJ, substituindo membros dessa comissão que não está a seu favor nesse imbróglio político jurídico, do seu envolvimento na denúncia de envolvimento em corrupção no Poder Executivo Federal.

O Brasil inteiro está convencido que você não reúne mais condições nenhuma para continuar sendo o nosso EMPREGADO, e quando um empregado não está mais atendendo as necessidades de seus patrões, o remédio aplicado é a demissão do mesmo.

O Brasil já lhe demitiu do emprego de administrador do nosso país, só falta agora os nossos EMPREGADOS que compõem o Senado Federal e o Supremo Tribunal Federal confirmarem a sua demissão por nós.

Finalizando, quero lhe dizer.

Respeite a vontade do povo brasileiro de não lhe querer mais nos governando !

Tenho Dito.

Valter Desiderio Barreto.

Barretos, São Paulo, 11 de julho de 2017, às 20: 33.