Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

domingo, janeiro 15, 2017

Vídeo flagra momento em que mulher traída exibe amante pelada em SP


Caso aconteceu na tarde de sexta-feira (13), em Cubatão (SP).
Agressora desabafou nas redes sociais: 'Ninguém vai me tirar'.

Do G1 Santos

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o momento exato em que uma moradora de Cubatão (SP), revoltada por ter flagrado o marido com outra mulher, arrasta a amante pelada e à força pelas ruas do bairro Bolsão 9. 

Ela também teve o cabelo cortado pela esposa traída. O caso ocorreu na tarde da última sexta-feira (13).

A cena chamou a atenção de moradores do bairro, que tiraram fotos e filmaram a ação, antes da chegada da polícia.
Mulher foi arrastada para a rua (Foto: Arquivo Pessoal) 
Mulher foi arrastada pelada para a rua em bairro
de Cubatão (Foto: Arquivo Pessoal)
 
 
Nas redes sociais, a mulher traída escreveu que a atitude contra a rival era uma lição para as "talaricas", gíria usada quando uma mulher se relaciona com um homem comprometido. 

"Vou mostrar como faz com as talaricas de homem casado. 

Acabei de pegar essa vagabunda com o meu marido. 

Ex-marido a partir de hoje", escreveu.

Na mesma postagem, a esposa traída diz ainda que também agrediu o marido, mas ele acabou fugindo, enquanto a amante ficou. 

"Dei uns 'pau' nele (sic). 

Ele correu e a vadia ficou. 

Dei uns tapinhas de leve nela", acrescenta a mulher, que revelou ainda ter cortado o cabelo da vítima e desfilado com ela pelada pelas ruas do bairro, com o objetivo de mostrar autoridade. 

"Ninguém me tira", disse.

Após o ocorrido, a agressora comemorou estar "solteira". 

O G1 entrou em contato com as polícias Civil e Militar para falar sobre o assunto. 

As autoridades confirmaram que receberam denúncias sobre o caso, mas a mulher agredida não foi localizada e também não formalizou um boletim de ocorrência até a manhã deste domingo (15).
COMENTÁRIO:

Se essa moda pegar no Brasil, as mulheres e homens adúlteros vão pensar mil vezes antes de praticar esse ato abominável e pecaminoso diante dos olhos de Deus.


Valter Desiderio Barreto.

Barretos, São Paulo, 15 de janeiro de 2017.

Nenhum comentário: