Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

sábado, janeiro 28, 2017

O pecado que impediu os israelitas entrarem na terra prometida é o mesmo pecado que impedirá a maioria das pessoas no mundo de hoje entraren no reino de Deus após a morte

Por Valter Desiderio Barreto

Apesar do Velho Testamento ter sido escrito somente para os Judeus, israelitas do passado, os ensinos e as advertências de Deus, descritos nos Livros do Velho Testamento, de Gênesis a Malaquias, contemplam todas as nações do mundo.

Porque a obediência, o zelo pela Sua Palavra e o temor ao seu nome, Ele cobra a todos os povos da terra porque foram criados por Ele. 

E este raciocínio nosso está resumido em apenas um versículo encontrado em II CRÔNICAS 7: 14.

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra".

99% da população mundial se diz crê em Deus, e vive chamando pelo Seu nome, mas o que nós testemunhamos no nosso dia a dia, é o índice da criminalidade em todas as esferas da sociedade mundial crescer de forma assustadora e estarrecedora. 

Os "Especialistas" em comportamento humano tentam explicar com seus argumentos científico, sociológico e psicológico, os motivos desse "fenômeno criminológico" que tem destruído milhares de vidas por dia no mundo e não chegam a lugar nenhum, porque suas respostas não convencem a ninguém. 

A resposta para essa Hecatombe social em todos os sentidos falando, que está acontecendo no mundo inteiro é só uma:
 

A DESOBEDIÊNCIA DO HOMEM AO SEU CRIADOR. 


Confiram nos 27 versículos do capítulo 14 do Livro Números. 

NÚMEROS 14
 
Os israelitas querem voltar para o Egito.


1  ENTÃO toda a congregação levantou a sua voz; e o povo chorou naquela noite.


2  E todos os filhos de Israel murmuraram contra Moisés e contra Arão; e toda a congregação lhes disse: Quem dera tivéssemos morrido na terra do Egito! ou, mesmo neste deserto!


3  E por que o SENHOR nos traz a esta terra, para cairmos à espada, e para que nossas mulheres e nossas crianças sejam por presa? Não nos seria melhor voltarmos ao Egito?


4  E diziam uns aos outros: Constituamos um líder, e voltemos ao Egito.


5  Então Moisés e Arão caíram sobre os seus rostos perante toda a congregação dos filhos de Israel.


6  E Josué, filho de Num, e Calebe filho de Jefoné, dos que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes.


7  E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pela qual passamos a espiar é terra muito boa.


8  Se o SENHOR se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel.


9  Tão-somente não sejais rebeldes contra o SENHOR, e não temais o povo dessa terra, porquanto são eles nosso pão; retirou-se deles o seu amparo, e o SENHOR é conosco; não os temais.


10  Mas toda a congregação disse que os apedrejassem; porém a glória do SENHOR apareceu na tenda da congregação a todos os filhos de Israel.


11  E disse o SENHOR a Moisés: Até quando me provocará este povo? e até quando não crerá em mim, apesar de todos os sinais que fiz no meio dele?


12  Com pestilência o ferirei, e o rejeitarei; e te farei a ti povo maior e mais forte do que este.


13  E disse Moisés ao SENHOR: Assim os egípcios o ouvirão; porquanto com a tua força fizeste subir este povo do meio deles.


14  E dirão aos moradores desta terra, os quais ouviram que tu, ó SENHOR, estás no meio deste povo, que face a face, ó SENHOR, lhes apareces, que tua nuvem está sobre ele e que vais adiante dele numa coluna de nuvem de dia, e numa coluna de fogo de noite.


15  E se matares este povo como a um só homem, então as nações, que antes ouviram a tua fama, falarão, dizendo:


16  Porquanto o SENHOR não podia pôr este povo na terra que lhe tinha jurado; por isso os matou no deserto.


17  Agora, pois, rogo-te que a força do meu Senhor se engrandeça; como tens falado, dizendo:


18  O SENHOR é longânimo, e grande em misericórdia, que perdoa a iniqüidade e a transgressão, que o culpado não tem por inocente, e visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos até à terceira e quarta geração.


19  Perdoa, pois, a iniqüidade deste povo, segundo a grandeza da tua misericórdia; e como também perdoaste a este povo desde a terra do Egito até aqui.
(  Dt 1:34-40  )


20  E disse o SENHOR: Conforme à tua palavra lhe perdoei.


21  Porém, tão certamente como eu vivo, e como a glória do SENHOR encherá toda a terra,


22  E que todos os homens que viram a minha glória e os meus sinais, que fiz no Egito e no deserto, e me tentaram estas dez vezes, e não obedeceram à minha voz,


23  Não verão a terra de que a seus pais jurei, e nenhum daqueles que me provocaram a verá.


24  Porém o meu servo Calebe, porquanto nele houve outro espírito, e perseverou em seguir-me, eu o levarei à terra em que entrou, e a sua descendência a possuirá em herança.


25  Ora, os amalequitas e os cananeus habitam no vale; tornai-vos amanhã e caminhai para o deserto pelo caminho do Mar Vermelho.


Aos murmuradores, não é permitido entrar na terra de Canaã
26  Depois falou o SENHOR a Moisés e a Arão dizendo:


27  Até quando sofrerei esta má congregação, que murmura contra mim? 


Tenho ouvido as murmurações dos filhos de Israel, com que murmuram contra mim".


Barretos, São Paulo, 28 de janeiro de 2017, às 17: 20.

Nenhum comentário: