Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

sábado, setembro 10, 2016

UTI adulto do Hospital Geral de Parauapebas (HGP) entra em funcionamento


O início do funcionamento da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do HGP, com dez leitos para pacientes adultos, foi anunciado nesta quinta-feira (8), durante uma coletiva de imprensa realizada pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (GAMP), instituição responsável pelo gerenciamento da unidade hospitalar de média e alta complexidade. 

A notícia foi repassada pelo superintendente nacional do Gamp, o médico Cássio Santos, que apresentou a estrutura do setor e a equipe de trabalho.

“Sentimos-nos honrados em fazer parte desse momento histórico na saúde pública de Parauapebas, chegamos num período complicado em função das eleições, mas não somos políticos, nosso foco é atender a população com qualidade. 

Tenho certeza que com o comprometimento e expertise da nossa equipe vamos implantar aqui nosso projeto com excelência”, destacou Cássio Santos.

Com a implantação da UTI será possível atender pacientes em casos graves que até então precisavam ser enviados para outros municípios, dependendo da liberação de vagas de leitos por parte do Estado. 

Dessa forma, além de agilizar o atendimento, a rede pública de saúde também vai eliminar custos. 

A partir de quarta-feira (14), pacientes já poderão ser atendidos no novo setor do HGP.

O médico cardiologista Adauto Paloni Simões, responsável pela equipe que atuará na UTI do hospital, destacou a qualidade dos equipamentos e da estrutura do setor. 

“O HGP já está em condições de receber os pacientes graves. 

Muitas vidas serão salvas com os modernos equipamentos, equipes médicas e todo o pessoal técnico que já está a postos”, afirmou.

Durante a coletiva foi apresentada também a doutora Roxana de Fátima Camelo de Albuquerque, especialista em nefrologia, que vai coordenar o serviço de hemodiálise, programado para entrar em funcionamento até o final do mês. 

De acordo com os especialistas, para iniciar o atendimento de diálise é preciso a unidade hospitalar primeiramente contar com o suporte de UTI.

Serviço de tele medicina

Durante a coletiva, os profissionais de comunicação também tiveram a oportunidade de conhecer o serviço de tele medicina, que proporcionará mais celeridade na entrega de exames e respectivamente no resultado de diagnósticos. 

Com esse ferramenta será possível também maior troca de informações entre médicos de clínica geral e especialistas.

Mutirão de mamografia

A partir de segunda-feira, os pacientes que tiverem em mãos encaminhamento para realização de mamografia, devem procurar o HGP, no horário comercial, para agendamento do exame. 

Será realizado um mutirão com o objetivo de reduzir a demanda reprimida, a estimativa é que se realizem 80 exames por dia e o laudo será entregue em até 48 horas.


Clayton Aguiar
 
               Assessoria de Imprensa do GAMP
                61 99981.3601
                claytonaguiarbsb@gmail.com

Nenhum comentário: