Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

terça-feira, agosto 09, 2016

Parauapebas: Operação Filisteus - parlamentar afastado pode fazer delação premiada

A temperatura política volta a subir em Parauapebas.

Audiência 

A Operação Filisteus realiza sua audiência de instrução nesta segunda (8).                                                                                                                   Nesse ato judicial, as testemunhas, a acusação e a defesa serão ouvidas pelo juiz Líbio Moura. 

Na Câmara

Os efeitos da Operação Filisteus na Câmara de Parauapebas foram devastadores.

6 vereadores afastados

A maior operação da história do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Pará, provocou o afastamento de 6 vereadores do seus mandatos na Câmara de Parauapebas.

Delação

Na véspera da audiência de instrução, em Parauapebas se comenta sobre a possibilidade de delação premiada a ser realizada por um (a) parlamentar afastado.

Medidas cautelares


Juiz Líbio Moura, após audiência, pode revogar,
manter ou ampliar medidas cautelares


Entre os vereadores afastados, alguns deles tem uma remota esperança de retornar à Câmara, fato que seria possível mediante a revogação das medidas cautelares pelo juiz Líbio Moura.

Difícil 

A situação não está fácil para os vereadores afastados, pois além de todas as medidas do juiz Líbio Moura terem sido confirmadas pelo Tribunal de Justiça do Pará e também pelo Superior Tribunal de Justiça (em Brasília), a situação para alguns deles pode se complicar ainda mais, diante da possibilidade de delação a ser realizada por um dos seus pares.

Operação Filisteus - a maior de todas no Pará

A Operação Filisteus teve duas fases e foi maior ação do GAECO no Pará, foi utilizada a seguinte estrutura de trabalho:

- 1 procurador de Justiça;
- 11 promotores de Justiça;
- 35 policiais;
- 7 funcionários do Ministério Público;
- 15 viaturas.
 

 
 
Fonte: Blog Sol do Carajás.

Nenhum comentário: