Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

sexta-feira, agosto 19, 2016

Comunidade do Bairro Betânia exige obras em cima do morro



Quinta-feira, 29 de setembro de 2011

 
Fotos: Ronaldo Modesto



Ernani de Paula
 
Dezenas de moradores que residem na parte alta do Bairro Betânia, em Parauapebas, fizeram um protesto na manhã desta quarta-feira (28), exigindo obras de infraestrutura nas ruas mais altas do logradouro, depois que tomaram conhecimento que a prefeitura não iria contemplar as ruas de cima do morro com benfeitoria.
Ouvido pela reportagem, o morador Waldomiro Almeida, residente na Rua São Lucas, declarou que as obras de saneamento e calçamento de ruas que estão sendo executadas pela administração pública naquele bairro só vão ser feitas até a Rua Rei Davi, deixando os moradores da parte de cima do morro sem os benefícios.

O morador revela ao jornal que os problemas enfrentados pela comunidade no alto do morro são falta de saneamento básico, calçamento de ruas, transporte público, energia elétrica e de água tratada, além do difícil acesso de veículos e até de pedestres.

Waldomiro Almeida explica que a água consumida pelos moradores é levada em carros-pipa da prefeitura para caixa d’água com capacidade de 5 mil litros para atender a um grupo de 20 famílias, mas a quantidade do produto é muito pouca, pois não dá para satisfazer a demanda.

O radialista Ernani de Paula, residente naquele bairro, também engrossa o movimento reivindicatório, afirmando que os moradores da parte alta do Betânia vivem hoje uma vida subumana, sem a menor assistência possível do poder público.

Ele lamenta que depois que as obras de melhorias do bairro na parte baixa tiveram início, há cerca de dois meses, o secretário municipal de Obras nunca pisou os pés no logradouro para conversar com a comunidade.

Ernani de Paula revelou à reportagem que na sessão ordinária da próxima terça-feira (4) os moradores do Bairro Betânia prometem lotar o auditório da Câmara Municipal de Parauapebas com faixas e cartazes, exigindo obras de saneamento e de infraestrutura na parte alta do bairro.

“Caso nossos pleitos não sejam atendidos, vamos fechar as principais ruas dos bairros Novo Horizonte e Betânia, até que as autoridades nos procurem para negociar”, avisa o radialista.

Na Secretaria Municipal de Obras, a reportagem foi informada pela assessoria de comunicação do órgão que os moradores da parte alta do Bairro Betânia só vão ser atendidos com benfeitorias numa segunda etapa de obras planejada pela prefeitura.  
 
(Ronaldo Modesto/Waldyr Silva)

Nenhum comentário: