Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

domingo, julho 17, 2016

Mais de 35 mil venezuelanos cruzaram a fronteira da Colômbia por comida

Estimativa do governo colombiano após a abertura da fronteira no sábado.
Venezuela voltará a permitir passagem nesse domingo.

Da EFE
Pessoas são vistas carregando sacolas e pacotes sobre a ponte internacional Simón Bolívar, depois de fazer compras, em San Antonio del Táchira , Venezuela (Foto: REUTERS/Carlos Eduardo Ramirez)Pessoas são vistas carregando sacolas e pacotes sobre a ponte internacional Simón Bolívar, depois de fazer compras, em San Antonio del Táchira , Venezuela (Foto: REUTERS/Carlos Eduardo Ramirez)
 
O governo da Colômbia estima que mais de 35 mil venezuelanos cruzaram a fronteira no sábado (16) para comprar mantimentos e remédios após a abertura por cerca de 12 horas de uma passagem na fronteira entre os dois países.

A chegada dessas pessoas pela passagem que liga a cidade de Cúcuta, na Colômbia, com San Antonio do Táchira, na Venezuela, ocorreu de "maneira ordenada e sob condições de ordem e segurança", indicou o Ministério das Relações Exteriores da Colômbia em nota.

A Chancelaria colombiana indicou a passagem foi aberta por volta das 7h30 locais (9h30 em Brasília). 

A entrada dos venezuelanos foi permitida até 15h30 locais (17h30 em Brasília) e o retorno autorizado até 20h locais (22h em Brasília).

Inicialmente, a previsão é que a fronteira fosse aberta no domingo. 

No entanto, centenas de venezuelanos se reuniram no início do dia perto da passagem, e as autoridades decidiram permitir que elas cruzassem a divisa entre os dois países.

Pessoas fazem fila para atravessar a ponte internacional Simón Bolívar para a Colômbia para aproveitar a abertura da fronteira temporária em San Antonio del Táchira , Venezuela (Foto: REUTERS/Carlos Eduardo Ramirez)Pessoas fazem fila para atravessar a ponte internacional Simón Bolívar para a Colômbia para aproveitar a abertura da fronteira temporária em San Antonio del Táchira , Venezuela (Foto: REUTERS/Carlos Eduardo Ramirez)
 
As passagens entre o estado venezuelano de Táchira e o departamento colombiano de Norte de Santander, cuja capital é Cúcuta, foram fechadas em 19 de agosto do ano passado, após ordem do presidente Nicolás Maduro, como parte de uma campanha contra o contrabando e supostas organizações paramilitares.

A medida se estendeu posteriormente para todos os 2.219 quilômetros de fronteira entre os dois países.

A Venezuela voltará a permitir que cidadãos do país cruzem a fronteira com a Colômbia neste domingo. 

O Exército e a Polícia Nacional da Colômbia reforçarão o controle na fronteira para evitar "alterações da ordem pública".

"Nosso objetivo é apoiar de forma solidária a população que pede a entrada transitória ao território colombiano, cooperar em assuntos que incidam positivamente na região da fronteira e avançar rumo uma abertura segura e sustentável da mesma", disse o Ministério das Relações Exteriores da Colômbia em comunicado.

Uma jovem carrega papel higiénico quando ela cruza a fronteira colombiana -venezuelana sobre a ponte internacional Simón Bolívar depois de fazer compras , enquanto um policial colombiano olha. (Foto: REUTERS/Carlos Eduardo Ramirez)Uma jovem carrega papel higiênico quando ela cruza a fronteira colombiana -venezuelana sobre a ponte internacional Simón Bolívar depois de fazer compras , enquanto um policial colombiano olha. (Foto: REUTERS/Carlos Eduardo Ramirez)

Nenhum comentário: