Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

segunda-feira, dezembro 20, 2010

PROJETO DE MINERAÇÃO VALORIZA MÃO-DE-OBRA FEMININA


Com a eleição de Dilma Rousseff do PT, para a Presidência da República, as discussões sobre a importância da mulher na política e no mercado de trabalho devem ganhar espaço em todos os segmentos sociais. Em Serra Pelada, o projeto de mineração, em sua fase de implantação, de responsabilidade da parceria Coomigasp/Colossus, sai na frente, valorizando a mão-de-obra feminina, que já soma quase 20% das contratações.

Em frentes de trabalhos tipicamente masculinas, as mulheres contratadas pela mineradora atuam em diversas funções; técnicas de segurança no trabalho, meio ambiente, mineração, auxiliares, apontadoras, assistentes sociais, promotoras de eventos, arquitetas entre outras tão importantes neste contexto. Só na comunidade garimpeira quase 40 mulheres foram contratadas, dentre outras da sede do município e região.

Meirelucia, apontadora, moradora de Serra Pelada, disse estar muito feliz com a implantação do projeto. “A oportunidade veio em boa hora, pois aqui na vila não tínhamos trabalho, quando terminávamos os estudos ficávamos ociosas e agora contamos com inúmeras vagas, para as quais podemos nos candidatar com grande chance de conseguir um bom emprego. Hoje, graças ao projeto garimpeiro, posso mostrar minhas habilidades e ser remunerada pelo meu trabalho,” relata Meire.

Para a gestora ambiental, Amanda Áurea Nascimento, com a execução do projeto surgiu a oportunidade que muitas pessoas estavam esperando, não só da vila como também das regiões circunvizinhas. “Aqui nós temos chance de crescimento profissional”, destaca.

Atualmente as mulheres ocupam mais de um terço dos postos de trabalho, e como o número de empregos em vez de aumentar está diminuindo, com freqüência elas estão ocupando os lugares dos homens. Assim pode-se dizer cada vez mais que as mulheres participam ativamente do mercado de trabalho, exercendo inclusive cargos de chefia.

No projeto Serra Pelada, podemos citar vários exemplos de comando feminino diante de grupos de homens, a exemplo citamos o caso de Monalisa Araujo e Tatiane Arouche, técnicas em segurança do trabalho, responsáveis pela fiscalização do uso de equipamentos de segurança de todos os trabalhadores e sinalização de estradas e da área do projeto. São quase 500 funcionários sob a vigilância de Monaliza e Tatiane.

Esta tendência é mundial e se manifesta também no Brasil. Nos Estados Unidos, na ultima década, mais mulheres tiveram que trabalhar para cobrir o orçamento doméstico em função do aumento do custo de vida e assim elas vão avançando.

“Meu trabalho está contribuindo para o desenvolvimento do meio ambiente em Serra Pelada e da qualidade de vida das pessoas, isso me deixa satisfeita”. Comenta Euzenir Porto, supervisora de meio ambiente, responsável pelo controle e monitoramento ambiental da área do projeto e entorno.

No Brasil e em vários outros países, tornou-se cada vez mais importante a participação da mulher na força de trabalho. Em Serra Pelada, na área da saúde, temos Deurys Crys Rocha, enfermeira coordenadora e responsável também pela implantação da saúde ocupacional na empresa. “Nesse cargo me vejo com uma grande responsabilidade junto ao povo da Serra, pois vemos a cada ação o quanto a comunidade precisa dessas assistências.” Afirmou Deurys Crys.

Para Marly Ferreira, coordenadora de projetos sociais e responsável por tudo o que está relacionado a comunidade na área social, trabalhar com uma comunidade carente exige habilidades e renúncias, mas vale à pena. “É algo muito gratificante, trabalhar com uma comunidade carente. As vezes é cansativo e delicado, mas a recompensa é grande.” Disse a coordenadora.

O que antes era algo difícil de imaginar, está ficando cada vez mais comum. Izabel Parreira por exemplo exerce uma função desafiadora, ela é gerente de mecânica no projeto. Uma mulher como engenheira elétrica, coordenando toda a montagem elétrica de uma usina e das linhas de transmissão, era algo raro, mas é a função de Cristiane Silva no Projeto Serra Pelada, que exerce o cargo de gerente de elétrica. “É um desafio muito grande implantar e desenvolver coisas novas, mas isso é o que me motiva.” Afirma.

Ciciliane Mendes é a coordenadora de recursos humanos, responsável por todas as contratações, Lívia Damé é a arquiteta que desenvolve todos os projetos de edificação e Ana Suzy Rego é a responsável pela comunicação da empresa.

Para Luiz Carlos Celaro, engenheiro responsável pela implantação da Mina, a inclusão da mão-de-obra feminina é algo fundamental em um projeto desta grandeza. “Acredito que as mulheres têm mais capacidade de trabalho. As características naturais das mulheres as tornam muito competentes pois conseguem fazer muitas atividades ao mesmo tempo. Exemplo disso, são mulheres bem sucedidas que conseguem alem do trabalho cumprir outras atividades da vida pessoal. Mais do que homens, mulheres conseguem trabalhar sob pressão e um projeto como este, exige alto desempenho.” Finalizou Celaro.

domingo, dezembro 19, 2010

Novo comentário em A vitória é nossa - sermão de Billy Graham.

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "A vitória é nossa - sermão de Billy Graham":

Ah! finalmente eu encontrei o que eu estava procurando. Ás vezes é preciso muito esforço para encontrar ainda pequena peça de informação útil.

sexta-feira, dezembro 17, 2010

AMASP RECEBE PROPOSTA DE 45 VAGAS DE EMPREGO PARA SUAS ASSOCIADAS.

Foto: Eugênio Morales

Elas já foram contempladas com a proposta de 45 vagas para prestação de serviços no refeitório da parceria Coomigasp/Colossus a ser inaugurado no início de 2011.

As refeições que poderão chegar a 800 por dia serão feitas pelas sócias da Amasp – Associação de Mulheres de Serra Pelada, com 565 associadas. Dentre elas 45 serão inicialmente contratadas para prestarem serviços no refeitório.

O dote culinário destas mulheres, disse Rosilene Freitas Viana, presidente da Amasp, foi mostrado na realização das assembléias de garimpeiros em Curionópolis, oportunidade em que elas foram responsáveis por parte da alimentação de boa qualidade servida no evento. Agora a Amasp vai preparar a alimentação para os operários da Mina Nova Serra Pelada, o que garantirá emprego e renda para inúmeras mulheres que há anos esperam por uma oportunidade de trabalho na vila garimpeira.

A seleção das associadas ficará por conta de sua presidente Rosilene Freitas Viana que fará rodízio nas contratações a fim de que todas tenham oportunidade, no entanto as candidatas devem atender ao perfil exigido pela parceria.

O refeitório será totalmente equipado com fogões industriais, um açougue próprio , reservatório de água, refrigeradores e toda estrutura necessária obedecendo aos padrões exigidos pela vigilância sanitária.


“A mão-de-obra local é muito boa, o povo de Serra Pelada é trabalhador e esforçado, por isso estamos dando incentivo nas contratações e iremos ajudar com treinamento para que se torne também uma mão-de-obra qualificada”, afirmou Luiz Carlos Celaro, diretor de implantação da Mina Nova Serra Pelada.


Fonte: Agência Bateia

quinta-feira, dezembro 16, 2010

Instituto Aço Brasil divulga dados sobre a indústria do aço em NOVEMBRO

A produção brasileira de aço bruto em novembro de 2010 foi de 2,6 milhões de toneladas, representando queda de 11,2% em relação a outubro e decréscimo de 2,8% quando comparada com o mesmo mês em 2009.

Em relação aos laminados, a produção de novembro, de 2,1 milhões de toneladas, representou redução de 9,1% na comparação com o mês anterior e aumento de 5,3% quando comparada com novembro do ano passado.

Com esses resultados, a produção acumulada em 2010 totalizou 30,4 milhões de toneladas de aço bruto e 24,1 milhões de toneladas de laminados, o que significou aumento de 27,1% e 32,5% respectivamente, sobre o mesmo período de 2009.

Quanto às vendas internas, o resultado de novembro de 2010 foi de 1,6 milhões de toneladas de produtos, queda de 4,3 % em relação ao mês anterior. Quando comparado com igual período de 2009, registra-se redução de 0,8%.

As vendas acumuladas em 2010, de 19,6 milhões de toneladas, mostram crescimento de 32,3% com relação ao mesmo período do ano anterior.

As exportações de produtos siderúrgicos em novembro de 2010 atingiram 987 mil toneladas no valor de 646 milhões de dólares.

Com esse resultado, as exportações em 2010 totalizaram 7,9 milhões de toneladas e 5,0 bilhões de dólares, representando queda de 1,1% em volume e aumento de 15,9% em valor quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

No que se refere às importações, registrou-se em novembro volume de 454 mil toneladas (US$ 465 milhões) totalizando, desse modo, 5,5 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos importados no ano, 158,5% acima do mesmo período do ano anterior.


O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos em novembro foi de 2,1 milhões de toneladas, totalizando 24,6 milhões de toneladas em 2010. Esses valores representaram elevação de 10,9% e 46,2%, respectivamente, em relação a igual período do ano anterior.

quarta-feira, dezembro 15, 2010

GLOBO NEWS DIVULGA TRABALHOS COM GRÃOS DE AÇAÍ CONFECCIONADOS PELO CASAL VALTER E GINA MIKAWA.

Jornalista JÉSSICA BORGES

Olá Valter,
Este fim de semana, estava assistindo ao Globo News - canal fechado - e vi uma matéria sua. Você e a sua esposa com os artefatos de açai. Nossa, muito bacana mesmo. Que maravilha saber que o seu trabalho, aliás, de vocês está sendo reconhecido. Parabéns e muitas felicidades.


Obs. Mensagem enviada pela Jornalista Jéssica Borges ao orkut deste blogueiro no último dia 14 do mês em curso.

sexta-feira, dezembro 03, 2010

Exército atuará pela primeira vez como força de paz no Brasil, anuncia general

O Exército vai atuar, pela primeira vez, como uma força de paz no Brasil, no Complexo do Alemão, nos moldes do que já vem fazendo no Haiti. O anúncio foi feito pelo comandante do Exército, general Enzo Peri, durante visita à região ocupada pelas forças militares no último fim de semana.

O militar disse que a missão não será estranha à força, pois já é desempenhada fora do país. “Nós já fazemos ações policiais. Mas desse tipo, com essa magnitude, é a primeira”, observou.

O general Enzo afirmou que não teme algum tipo de problema, como já ocorrido em ações urbanas semelhantes. “Nós estamos preparados. Eles estão bem instruídos, eles são preparados”. Disse também que não teme qualquer desvio de conduta dos soldados, por conta de provocações de criminosos. “Nós estamos sempre atentos a isso tudo. O risco é inerente”.

O comandante do Exército informou que a situação de soldados que moram em comunidades e que estariam sendo ameaçados por traficantes está sendo investigada. “Nosso trabalho de inteligência está averiguando e definindo a extensão e profundidade [das ameaças]. Nós daremos a proteção necessária”, garantiu.


O comandante do Comando Militar do Leste, general Adriano Pereira Junior, que acompanhou a inspeção realizada pelo comandante do Exército, afirmou que a força dispões de oito mil homens em condições de atuar no conceito de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) – policiamento urbano – , e que estão prontos para reforçarem operações em outras favelas do Rio de Janeiro.

domingo, novembro 21, 2010

Gabriela deixou um novo comentário sobre a sua postagem "VÍCIO EM COMPRAS ESTÁ ENTRE AS DEPENDÊNCIAS CARACT...":

bom ACHEI MUITO IMPORTANTE ESSE ASSUNTO POIS ESTOU VIVENDO NA MINHA VIDA ESTA REALIDADE.23 ANOS VICIADA EM COMPRAS SOLTEIRA E TRABALHO MUITO TUDO QUE SE RELATOU AQUI,BOM VOU LEVAR ADIANTE ESSAS DICAS E VOU CONSEGUIR VENCER ESTE VICIO.

sábado, novembro 20, 2010

Britânico com rosto desfigurado quer chamar atenção para síndrome rara

O britânico Jono Lancaster

Jono Lancaster sofre da síndrome de Treacher Collins, que afeta um em cada dez mil bebês nascidos na Grã-Bretanha.

imprimir Um jovem britânico que sofre de uma síndrome rara que provoca o desfiguramento do rosto está chamando atenção para o drama dos portadores da condição

Jono Lancaster, de 26 anos, nasceu com a síndrome de Treacher Collins, que afeta um em cada dez mil bebês na Grã-Bretanha, e contou sua história de sofrimento e superação em um documentário da BBC, "Love Me, Love My Face" ("Ame-me, ame minha face").

Jono, que foi dado para adoção pelos pais com 36 horas de vida, sofre de um problema genético que afeta a forma com que os ossos da face se desenvolvem enquanto o bebê ainda está no útero.
A síndrome de Treacher Collins faz com que seus portadores não tenham ossos malares, consequentemente os olhos ficam caídos. Jono também tem problemas de audição e usa um aparelho implantado em seu osso.

O jovem britânico teve de passar por várias cirurgias, consultas em hospitais e, apesar de hoje estar feliz com seu emprego e sua namorada, Jono sofreu de depressão durante a adolescência.

"Eu era desesperado para ter amigos, eu fazia qualquer coisa. Eu não tinha confiança, comprava muitos doces e entregava para outras crianças, para que elas gostassem de mim. Acabei fazendo muitas coisas estúpidas, para que as pessoas falassem a meu respeito por uma razão que não fosse a minha aparência", disse à BBC.

Mãe adotiva
Jono foi adotado e seus problemas de comportamento na escola pioravam. No entanto, ele afirma que apenas ficava cada vez mais solitário.

'Eu costumava esconder minha infelicidade de minha mãe. Ela já tinha feito tanto por mim', disse.
O jovem se isolava em casa e chegava a cortar o próprio cabelo para não ter que se olhar no espelho em um local público. No entanto, sua vida começou a mudar quando recebeu uma oferta de emprego em um bar.

"Eu suava muito antes de cada turno de trabalho, ficava muito nervoso, com medo da reação das pessoas."

"Não foi fácil, mas, ao mesmo tempo, encontrei tantas pessoas legais que ficaram verdadeiramente interessadas em mim e no meu rosto."

O novo emprego deu a Jono confiança para começar a ir em encontros com garotas e arrumar um novo trabalho, em uma academia de ginástica.

E, no novo emprego, o jovem encontrou Laura Richardson, 20, sua namorada há quatro anos.
Jono e Laura
"Ela disse que, quando me viu pela primeira vez, notou meu rosto, mas agora ela não nota mais. Foi a primeira vez que consegui ser eu mesmo com uma garota."

Jono encontrou sua namorada na academia de ginástica onde trabalha

"E olhe para nós, quatro anos depois, compramos uma casa juntos (...). Estamos completamente apaixonados."

Pais biológicos
Em 2009, Jono tentou entrar em contato com seus pais biológicos pela segunda vez.

"Era algo que eu sempre quis fazer. Quando era adolescente, eu estava com raiva e queria encontrá-los pela razão errada, para perguntar porque eles me abandonaram. Mas, ao ficar mais maduro, percebi que eles obviamente acharam que não dariam conta."

No entanto, os pais biológicos de Jono se recusaram novamente a encontrá-lo.

"Foi horrível, horrível. Chorei muito. Mas me acertei com isso. Deve ter sido uma das decisões mais difíceis da vida deles."

O jovem descobriu que a família teve outros dois filhos depois dele.

"Fico feliz que eles tenham uma família. Estou feliz e espero que eles estejam também", afirmou.

Ajuda e filhos
Jono, que hoje trabalha com adultos que sofrem de autismo, afirma que quer que as pessoas tenham mais informações a respeito da síndrome de Treacher Collins e como lidar com o problema.

'O que realmente me deixa frustrado e me preocupa é quando uma criança em um supermercado me encara e a mãe dela fala para não olhar.'

'Eu queria que eles viessem falar comigo então eu poderia falar sobre o problema, para que tudo parecesse mais normal.'

O jovem também quer ajudar outras famílias em situação parecida com a dele. Mas, Jono ainda tem outra preocupação, a possibilidade de que seu filho herde o problema.

Apesar de a síndrome Treacher Collins ser um problema genético raro que pode afetar qualquer pessoa, as chances de Jono passar o problema para seus filhos são de 50%. E o jovem se pergunta se poderá expor seu filho à possibilidade de "operações, consultas no hospital e bullying".
"Eu fico imaginando, me deixa louco. Ainda somos jovens, ainda há muito tempo, mas é algo que eu e Laura teremos que pensar em algum momento."

Médicos perguntaram a Jono se ele gostaria de fazer alguma cirurgia para corrigir seu problema, mas ele se recusou.

'Médicos sempre me perguntaram se eu queria a cirurgia... a construção dos ossos malares, ter meus dentes endireitados ou minha mandíbula quebrada e realinhada, mas apesar da minha depressão, eu penso "Deus me fez assim'', afirmou.

"Fico feliz de não ter escolhido nada disso. Tenho orgulho de quem sou. E (a síndrome de) Treacher Collins me transformou no que sou."

COMENTÁRIO:

Essa história de vida do JONO, é uma grande lição de vida para todos nós, que muitas vezes não nos conformamos com o que somos e das coisas que não conseguimos conquistar na vida. Ao invés de ficarmos reclamando de tudo, agradeçamos a Deus pelo que temos e pelo que somos.

"EM TUDO, DAI GRAÇAS, PORQUE ESTA É A VONTADE DE DEUS EM CRISTO JESUS PARA CONVOSCO". I TESSALONICENSES 5: 18.

Valter Desiderio Barreto. Escritor e jornalista.

Promotoria apresenta novo laudo para provar que Tiririca é analfabeto


Deputado federal eleito com 1,3 milhão de votos é réu em ação penal.
Promotor quer mostrar que houve fraude em declaração de escolaridade.

imprimir O Ministério Público de São Paulo vai incluir no processo contra o deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira, o Tiririca, um laudo que mostra que ele é analfabeto. Oito dias depois da audiência de Tiririca no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o processo que investiga o crime de falsidade ideológica voltou ao Ministério Público.

Justiça Eleitoral indefere liminar e Tiririca não terá que fazer novo testePromotor diz que Tiririca acertou menos de 30% do ditado Tiririca 'leu e escreveu' em audiência, diz presidente do TRE-SP.


Por causa do atraso, só agora começam a contar os prazos da fase final do processo. São cinco dias para a Promotoria incluir novos argumentos na acusação; outros cinco para os advogados de defesa. E mais dez dias para o juiz eleitoral dar uma sentença.

O documento foi feito por uma fonoaudióloga do Instituto de Medicina e de Criminologia de São Paulo que participou da audiência a pedido do Ministério Público. O laudo diz que, no ditado, das dez palavras principais, Tiririca só escreveu corretamente duas. E que levou oito minutos para redigir as 17 palavras e o numeral 1932 lidos pelo juiz.

Na leitura de um trecho de jornal, Tiririca trocou letras e palavras. O laudo ainda aponta que na hora de explicar o que entendeu da notícia, ele não conseguiu. E classifica o réu como analfabeto funcional.

"A Constituição Federal veda a elegibilidade do analfabeto. E ela não faz distinção que espécie de analfabeto. Então, para o Ministério Público Eleitoral, o analfabeto funcional é inelegível, todavia caberá à Justiça a decisão final sobre essa material", disse o promotor.

A tendência é que a Justiça dê mais cinco dias de prazo para a defesa se manifestar. Apesar do atraso, o juiz pretende dar a sentença até o dia 17 de dezembro, quando Tiririca será diplomado e passará a ter foro privilegiado.


COMENTÁRIO:

É lamentável que brasileiros desinformados ou coniventes com atitudes ilícitas de alguém que para atingirem determinados objetivos na vida, não se importam com os meios para conquistarem seus fins, defendam atitudes como a do palhaço TIRIRICA, que praticou o CRIME DE FALSIDADE IDEOLÓGICA, para comprovar através de atestado falso que não é analfabeto, como vemos em página do orkut, usuário desse serviço, criando comunidade "MELHOR PALHAÇO NA POLÍTICA DO QUE POLÍTICO LADRÃO". A atitude do palhaço TIRIRICA, não é diferente da dos políticos LADRÕES. Utilizar-se de qualquer meio ilícito para benefício próprio ou de outrem, é CRIME. Se o TIRIRICA para se eleger REPRESENTANTE DO POVO, precisou utilizar-se de meios ilícito, quem nos garantirá que o mesmo não será mais um "REPRESENTANTE" do POVO BRASILEIRO corrupto e ladrão?

Valter Desiderio Barreto - Escritor e Teólogo.

quarta-feira, novembro 17, 2010

Rio de Janeiro recebe a Vila do Aço

Projeto do IABr será apresentado durante a Rio Infraestrutura 2010

A minicidade criada pelo Instituto Aço Brasil (IABr) é um dos destaques da Rio InfraEstrutura 2010 - Feira de Produtos e Serviços para Obras de Infraestrutura, que começa hoje (17) no Riocentro.


Ocupando uma área de 1650m², a Vila do Aço foi um espaço pensado especialmente para apresentar réplicas em tamanho real de casas, prédios e equipamentos urbanos com estruturas em aço. O evento acontece simultaneamente à Feira Construir 2010.

Fachadas em aço inox, edifícios residenciais com perfis estruturais em aço, sistema drywall para construção de paredes divisórias e forros, telhas, uma passarela e casas em steel framing são alguns dos destaques da Vila.

O aço pode ajudar a transformar as cidades, ampliando as possibilidades de acesso da população à moradia, ao saneamento e ao transporte.
Os sistemas construtivos em aço são opções não só para indústrias, galpões e edifícios comerciais, mas também para projetos residenciais.

A evolução tecnológica do material revela sua versatilidade em atender também às mais diversas necessidades desses projetos, com velocidade, flexibilidade e durabilidade.

A Vila do Aço foi apresentada pela primeira vez durante a ExpoAço 2010, evento promovido em abril pelo Instituto Aço Brasil.

Na ocasião, o presidente Lula comentou em seu discurso que a utilização do aço na construção é uma boa alternativa para a população de baixa renda em conjuntos habitacionais, como aqueles construídos no Programa Minha Casa, Minha Vida, especialmente porque lhes permite ter opção de modelos.

Em junho, a Vila do Aço foi exposta na 4ª Conferência Nacional das Cidades, em Brasília, tendo recebido as visitas de autoridades como o Ministro das Cidades, Marcio Fortes, e a presidente da CAIXA, Maria Fernanda Ramos Coelho.

No início de outubro, a Vila do Aço esteve em evidência na INOVATEC – 6ª Feira de Inovação Tecnológica, em Belo Horizonte, e acaba de ser apresentada em Porto Alegre, na ExpoAcabamento 2010. Essas quatro edições contaram com a presença de cerca de 20 mil visitantes.

Serviço:

Rio Infraestrutura 2010
De 17 a 20 de novembro de 2010
Horário: das 11h às 20h Local: Pavilhão 3 / Riocentro - Rio de Janeiro - RJ
Superintendência de Comunicação
Instituto Aço Brasil
21 3445-6300
www.acobrasil.org.br


segunda-feira, novembro 15, 2010

VAMOS APRENDER ESSA REGRA DE UMA VEZ POR TODAS.

EXISTEM PESSOAS ASSIM, COMO O AUTOR DESSE PLEITO, EM NOSSAS INSTITUIÇOES.

FALA SERIO!!!!!! ......


"Você" ou "Doutor"? Ou seria Vossa Excelência?



UMA VERDADEIRA AULA DE DIREITO E DE PORTUGUÊS!

LEMBRAM DO JUIZ QUE ENTROU NA JUSTIÇA CONTRA O CONDOMÍNIO EM QUE MORA, POR CAUSA DO TRATAMENTO DE "'VOCÊ" DADO PELO PORTEIRO? POIS É, SAIU A SENTENÇA.

LEIAM ABAIXO. OBSERVEM A BELA REDAÇÃO, SUCINTA, BEM ARGUMENTADA, ATÉ SOLIDÁRIA COM O JUIZ QUE SE QUEIXA, MAS...

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

COMARCA DE NITERÓI

NONA VARA CÍVEL

Processo n° 2005.002.003424- 4

S E N T E N Ç A

Cuidam-se os autos de ação de obrigação de fazer manejada por ANTONIO MARREIROS DA SILVA MELO NETO contra o CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO LUÍZA VILLAGE e JEANETTE GRANATO, alegando o autor fatos precedentes ocorridos no interior do prédio que o levaram a pedir que fosse tratado formalmente de "senhor". Disse o requerente que sofreu danos, e que esperava a procedência do pedido inicial para dar a ele autor e suas visitas o tratamento de ' Doutor, senhor" "Doutora, senhora", sob pena de multa diária a ser fixada judicialmente, bem como requereu a condenação dos réus em dano moral não inferior a 100 salários mínimos. (...)

DECIDO: "O problema do fundamento de um direito apresenta-se diferentemente conforme se trate de buscar o fundamento de um direito que se tem ou de um direito que se gostaria de ter." (Noberto Bobbio, in "A Era dos D ireitos", Editora Campus, pg. 15).


Trata-se o autor de Juiz digno, merecendo todo o respeito deste sentenciante e de todas as demais pessoas da sociedade, não se justificando tamanha publicidade que tomou este processo. Agiu o requerente como jurisdicionado, na crença de seu direito. Plausível sua conduta, na medida em que atribuiu ao Estado a solução do conflito.

Não deseja o ilustre Juiz tola bajulice, nem esta ação pode ter conotação de incompreensível futilidade. O cerne do inconformismo é de cunho eminentemente subjetivo, e ninguém, a não ser o próprio autor, sente tal dor, e este sentenciante bem compreende o que tanto incomoda o probo Requerente.

Está claro que não quer, nem nunca quis o autor, impor medo de autoridade, ou que lhe dediquem cumprimento laudatório, posto que é homem de notada grandeza e virtude. Entretanto, entendo que não lhe assiste razão jurídica na pretensão deduzida.

"Doutor" não é forma de tratamento, e sim título acadêmico utilizado apenas quando se apresenta tese a uma banca e esta a julga merecedora de um doutoramento. Emprega-se apenas às pessoas que tenham tal grau, e mesmo assim no meio universitário. Constitui-se mera tradição referir-se a outras pessoas de 'doutor', sem o ser, e fora do meio acadêmico.

Daí a expressão doutor honoris causa - para a honra -, que se trata de título conferido por uma universidade à guisa de homenagem a determinada pessoa, sem submetê-la a exame.

Por outro lado, vale lembrar que "professor" e "mestre" são títulos exclusivos dos que se dedicam ao magistério, após concluído o curso de mestrado. Embora a expressão "senhor" confira a desejada formalidade às comunicações - não é pronome -, e possa até o autor aspirar distanciamento em relação a qualquer pessoa, afastando intimidades, não existe regra legal que imponha obrigação ao empregado do condomínio a ele assim se referir.

O empregado que se refere ao autor por "você", pode estar sendo cortês, posto que "você" não é pronome depreciativo. Isso é formalidade, decorrente do estilo de fala, sem quebra de hierarquia ou incidência de insubordinação. Fala-se segundo sua classe social. O brasileiro tem tendência na variedade coloquial relaxada, em especial a classe "semi-culta", que sequer se importa com isso.

Na verdade "você" é variante - contração da alocução - do tratamento respeitoso "Vossa Mercê". A professora de linguística Eliana Pitombo Teixeira ensina que os textos literários que apresentam altas freqüências do pronome "você", devem ser classificados como formais. Em qualquer lugar desse país, é usual as pessoas serem chamadas de "seu" ou "dona", e isso é tratamento formal.

Em recente pesquisa universitária, constatou-se que o simples uso do nome da pessoa substitui o senhor/a senhora e você quando usados como prenome, isso porque soa como pejorativo tratamento diferente.

Na edição promovida por Jorge Amado "Crônica de Viver Baiano Seiscentista", nos poemas de Gregório de Matos, destacou o escritor que Miércio Táti anotara que "você" é tratamento cerimonioso. (Rio de Janeiro/São Paulo, Record, 1999).

Urge ressaltar que tratamento cerimonioso é reservado a círculos fechados da diplomacia, clero, governo, judiciário e meio acadêmico, como já se disse. A própria Presidência da República fez publicar Manual de Redação instituindo o protocolo interno entre os demais Poderes. Mas na relação social não há ritual litúrgico a ser obedecido. Por isso que se diz que a alternância de "você" e "senhor" traduz-se numa questão sociolingüística, de difícil equação num país como o Brasil de várias influências regionais.

Ao Judiciário não compete decidir sobre a relação de educação, etiqueta, cortesia ou coisas do gênero, a ser estabelecida entre o empregado do condomínio e o condômino, posto que isso é tema interna corpore daquela própria comunidade.

Isto posto, por estar convicto de que inexiste direito a ser agasalhado, mesmo que lamentando o incômodo pessoal experimentado pelo ilustre autor, julgo improcedente o pedido inicial, condenando o postulante no pagamento de custas e honorários de 10% sobre o valor da causa. P.R.I. Niterói, 2 de maio de 2005.

ALEXANDRE EDUARDO SCISINIO

Juiz de Direito


NESTE PAÍS AINDA EXISTEM JURISTAS HONRADOS E CULTOS!

Nem tudo esta perdido... Aleluia!!!!!

Obs. COLABORAÇÃO DA ACADÊMICA DE DIREITO MICHELINE DINIZ BARRETO

quinta-feira, novembro 11, 2010

CLÁUDIA CRISTINA CONTESTA FATOS RELATADOS SOBRE A HISTÓRIA DA IGREJA BATISTA CENTRAL DE BARRETOS.


Se informe melhor sobre a historia da Igreja Batista Central de Barretos, minha familia pertencia a igreja neste periodo e os fatos que vc fala nem todos são verdadeiros. Se informe melhor para poder falar do Pastor Aloisio.

Claudia Cristina

RESPOSTA:

Só publiquei na íntegra o que recebi dos atuais dirigentes da Igreja Batista Central de Barretos. Meu contato com o atual Pastor, começou nos meados de agosto de 2009. Caso haja interesse por parte do Pastor Aloísio fazer algumas correções no sentido de resgatar alguns fatos que não estão registrados na referida matéria por omissão dos interessados em encobrí-los, é só nos enviar que teremos a honra de publicá-lo. Não temos nenhum interesse em compactuar com mentiras, calúnias ou injúrias.

Valter Desiderio Barreto.

Obs. A matéria que fala sobre a História da Igreja Batista em Barretos, está postada neste blog, na data de 14 de novembro de 2009.



terça-feira, novembro 02, 2010

A ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE ESTE ANO DEIXOU UM GRANDE RECADO PARA OS LÍDERES RELIGIOSOS

As eleições este ano provou mais uma vez, que quem decide as eleições em um país, não são influências de lideres religiosos de qualquer segmento religioso, e, sim, o POVO.

Não adiantou a manifestação pública dos ditos lideres relegiosos "evangélicos" como o Silas Malafáia, o tal do dono da "Igreja Mundial do Poder de Deus", "Apóstolo Waldomiro" e tantos outros a favor do candidato Serra através da grande mídia, diga-se de passagem que deve ter custado aos cofres do PSDB uma soma considerável de dinheiro desembolsado para receber o apoio e manifestação pública desses tais charlatães e mercadores da Palavra de Deus, porque os mesmo só se aliam a qualquer candidato político em época de eleições em troca de dinheiro vivo, se utilizando dos seus fiéis para barganha de apoio político aos candidatos que lhes oferecem mais vantangens.

Parabéns ao povo brasileiro que não se deixou levar por nenhuma manifestação desses mercenários para decidirem em quem eleger para Presidente da República!

Valter Desiderio Barreto.

sábado, outubro 30, 2010

CADEIA PRODUTIVA DE PRODUTOS CONFECCIONADOS COM GRÃOS DE AÇAÍ

Nossos produtos com caroços de açaí são garantidos...

Visitante examinando o produto...

Estudantes universitários da UEPA...

Minha esposa Miuki Mikawa, na exposição da UEPA em Belém.

Artista Plástica Miuki Mikawa...

Nosso atelier...Único no Brasil e no mundo...

Produtos utilitários confeccionados com caroços de açaí...

Caroços de açaí secando ao sol...

Caroços de açaí sendo reaproveitado...

Espalhando caroços de çaí para secar...

Caroços de açaí bem lavados...

Tirando as impurezas dos grãos de açaí...

Lavando os caroços de açaí...

Colocando os caroços de açaí para lavar...

Aproveitando caroços de açaí...

Caroços de açaí poluindo o meio ambiente...

Caroços de açaí na porta aguardando o lixeiro...

Caroços de açaí a espera do carro de lixo...

Caroços de açaí sendo descartados depois de batidos...

Suco do açaí sendo depositado na bacia...

Retirando da máquina o suco do açaí...

Açaí sendo despolpado...

Açaí sendo colocado na máquina...

Açaí sendo batido...

Açaí indo para a máquina de beneficiamento...

Pé do açaí...

Uma matéria prima que é jogada no lixo há séculos nos estados do Norte do Brasil, agora está sendo utilizada por um casal de artesão no Pará para confecção de artefatos utilitários de primeira necessidade para o bem estar do ser humano.
Estamos falando do caroço de açaí depois de despolpado, extraindo do mesmo, o seu suco saboroso e nutritivo que hoje é exportado para diversos países do mundo. 

Estes mesmos caroços, são descartados por àqueles que sobrevivem do seu produto principal não só no Pará, como nos demais estados do Norte do Brasil. Foi pensando em um destino nobre para essa matéria prima que é nos dada gratuitamente pela natureza, foi que o ex-professor de psicologia, filosofia e sociologia Valter Desiderio Barreto, começou a fazer a sua pesquisa sobre a utilização da mesma em 2002, com o fim de utilização sustentável.
Após cinco anos de laboratório com os grãos de açaí, Valter descobriu que os mesmos tem um tempo de vida útil superior a maioria das árvores que são derrubadas na amazônia pelos gananciosos capitalistas. Conclusão esta depois de descobrir que os mesmos (os grãos) são anti-fungo e anti-cupim, inimigos número um da maioria das madeiras.
Depois de bater em todas as portas dos poderes públicos federal, estadual e municipal apresentando sua descoberta sem lograr nenhum êxito, ele, o Valter, resolveu juntamente com sua esposa, apostar na confecção de diversos produtos utilitários com caroços de açaí conforme fotos aqui expostas.
Interessados em saber mais sobre a cadeia produtiva dos produtos confeccionados com grãos de açaí, é só entrar em contato com o casal de artesãos Valter e Gina, pelo e-mail:

valterbt@gmail.com ou pelo celular (94) 9214-6487/8803-8951

quinta-feira, outubro 28, 2010

Apesar de empate, STF confirma validade da Lei da Ficha Limpa

Ministro Joaquim Barbosa

Ministro Joaquim Barbosa, relator do recurso do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA) contra a Lei da Ficha Limpa, no julgamento desta quarta.

Após placar de 5 a 5, ministros decidem que deve vigorar decisão do TSE.

Com isso, deputado federal Jader Barbalho perde registro de candidatura.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (27) que a Lei da Ficha Limpa vale para as eleições deste ano e se aplica a casos de renúncia de políticos a mandato eletivo para escapar de processo de cassação, mesmo nas situações ocorridas antes da vigência da lei. Diante do impasse causado pelo empate em 5 a 5, os ministros optaram por manter a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a norma.

“Quando um caso tem repercussão geral, a conduta da corte tem sido a de dar o mesmo destino para os casos semelhantes. Em tese, salvo alguma particularidade do caso concreto todos os demais casos assemelhados terão que ter o mesmo destino”, afirmou o presidente do TSE e ministro do STF, Ricardo Lewandowski.

Nas situações de candidatos com condenação por decisão colegiada de juízes ou entidade de classe, os recursos serão analisados caso a caso. “Há uma série de recursos, cerca de 12, que ainda serão julgados pelo Supremo e que dizem respeito a outras alíneas da lei. Cada caso é um caso e será examinado", disse Lewandowski.

O STF analisou nesta quarta o recurso do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA), barrado na disputa a uma vaga de senador pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base na Lei da Ficha Limpa. Mesmo com registro indeferido, Jader Barbalho recebeu 1.799.762 de votos e, caso não tivesse sido barrado, seria eleito em segundo lugar para uma vaga no Senado.

O deputado teve a candidatura questionada porque renunciou ao mandato de senador, em 2001, para evitar um processo de cassação em meio às investigações do caso que apurava desvios no Banpará e também por denúncias de envolvimento no desvio de dinheiro da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

A questão já foi amplamente debatida. Durante 11 horas no primeiro julgamento e, agora, mais cinco [horas] e a proposta é que adie mais uma vez? Nós estamos aqui a brincar"
Ministro Joaquim Barbosa, relator de recurso de Jader Barbalho (PMDB-PA) no STF, após empate no julgamento.


O candidato sempre negou irregularidades. Sua defesa afirma que a renúncia não representou atentado à moralidade pública porque o então senador foi alvo apenas de denúncias publicadas na imprensa.

Com a decisão do Supremo, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará pode convocar novas eleições para o Senado no estado. A soma dos votos obtidos pelo deputado Jader Barbalho e pelo terceiro colocado na disputa – o petista Paulo Rocha, também barrado pela ficha limpa – ultrapassam 50% dos votos válidos. Nesse caso, os votos são anulados, o que, pela legislação eleitoral, abre a possibilidade de realização de novas eleições.

“Primeiro temos que esperar decisão do TRE para depois nos pronunciar, nós TSE”, disse Lewandowski. "O que me preocupa agora é o processo do mesmo estado em relação à mesma vaga de senador", disse o presidente do STF, Cezar Peluso.

Regimento do SupremoA alternativa dos ministros do STF, de manter a decisão contrária ao recurso de Jader, está prevista no regimento interno do Supremo e já havia sido sugerida na primeira vez que o tribunal analisou a ficha limpa, em setembro.

De acordo com o artigo 205 do regimento interno do STF, “havendo votado todos os ministros, salvo os impedidos ou licenciados por período remanescente superior a três meses, prevalecerá o ato impugnado”.

A possibilidade já havia sido aventada quando o STF analisou o recurso do ex-candidato do governo do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC). Ele também teve o registro negado pelo TSE por ter renunciado ao mandato de senador, em 2007, para escapar de cassação. Na apelação ao STF, o julgamento terminou empatado e Roriz desistiu da disputa eleitoral.

O STF está com um integrante a menos desde agosto, quando o ministro Eros Grau se aposentou. A indicação de um novo ministro é feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que não tem data para ocorrer.

Solução para o impasseApós o empate no julgamento, o advogado de Jader, Eduardo Alckmin, propôs ao plenário a suspensão da análise do recurso para que ele fosse analisado na mesma sessão que vai decidir sobre recurso de Paulo Rocha.

Por 7 votos a 3, os ministros decidiram concluir o julgamento, mas a sugestão levou a uma discussão generalizada no plenário. "A questão já foi amplamente debatida. Durante 11 horas no primeiro julgamento e, agora, mais cinco [horas] e a proposta é que adie mais uma vez? Nós estamos aqui a brincar?", questionou o relator do recurso, Joaquim Barbosa.

Em meio ao debate, a ministra Ellen Gracie pediu que Marco Aurélio Mello concluísse o voto sobre a proposta da defesa. Ele respondeu em tom de ataque. “Vossa Excelência está presidindo este tribunal? Ministra, não me cobre definição. Se há alguém que se posiciona com coerência sou eu. Ou Vossa Excelência tem viagem marcada?”. A ministra rebateu o colega na mesma hora. "Ainda que tivesse, o respeito pelo tempo alheio é cortesia que se impõe."

COMENTÁRIO:

A justiça brasileira finalmente recobrou sua credibilidade diante do clamor da população que paga seus impostos para contribuir com o progresso do nosso país, defenestrando do cenário político brasileiro políticos que sempre gozaram de seus prestígios ainda que ostentando título de corruptos, nesta eleições de 2010. Que sirva de exemplo agora para os demais políticos que sempre se achavam acima do bem e do mal, para criarem seus impérios à base do poder econômico desviando verbas públicas, para se perpetuarem no poder político do nosso país a todo custo.
Parabéns Supremo Tribunal Federal por ter ouvido o clamor do povo brasileiro através de abaixo assinado!

Valter Desiderio Barreto.

quarta-feira, outubro 27, 2010

Vale esclarece sobre especulações na imprensa

A Vale informa, por orientação de seus acionistas controladores, que jamais foi tratada entre os referidos acionistas nem fez parte da pauta do Conselho de Administração a substituição do diretor-presidente Roger Agnelli. As especulações na imprensa, que atribuem a "fontes do Conselho de Administração" informações neste sentido, não retratam a posição dos acionistas controladores da empresa.

Rio de Janeiro, 26 de outubro de 2010

Falta civilidade e, sobretudo, exemplo dos adultos

Alexandre Garcia
Estamos nos agredindo por aí naquilo que deveria ser um espetáculo de democracia. Que exemplo dão os pais que se engalfinham em casa? O pai que bebe na esquina e briga, que resolve tudo na base da violência e não na base da razão? Não nos matamos à razão de 137 pessoas por dia no Brasil, por causa de assassinatos? Isso é mais que o México, que ontem ganhou manchetes. É 68 vezes mais perigoso ser cidadão brasileiro do que soldado da Otan no Afeganistão.

Que exemplos estamos dando aos que estão nas escolas? Para que aprendam a língua do país, a forma de viver em um meio supostamente civilizado?

Essa mutilação no rosto jovem e lindo da estudante aconteceu aqui perto da capital do país. Agora vejam o que acontece pertinho da maior cidade do país, São Paulo, em Mogi das Cruzes. É como uma rinha de galo.

É um espetáculo perto da escola, e a rinha de galo é proibida. Aqui no Brasil, até é estimulada. Essas brigas são estimuladas pelo bullying dentro das escolas, que agora é moda. E as pessoas acham graça. Fica todo mundo olhando, parado, como se fosse um espetáculo.

Em Florianópolis, em Santa Catarina, um estado supostamente pacífico, um aluno feriu nesta terça-feira uma professora de escola estadual com uma pedrada. É a 15ª agressão esse ano registrada em um escola com até 400 alunos. Penso: que exemplo dão os adultos? Deveriam estar dentro da lei, respeitando os direitos dos outros, como nos países civilizados.

Ontem saiu a lista de corrupção no mundo. Nota zero para o mais corrupto e nota dez para o sem corrupção. Ficamos com nota 3,7. O Chile ficou com 7,2. É um exemplo. Em 178 países, nós ficamos no 69ª lugar. Qual o resultado da escola? A gente pega o Índice de Desenvolvimento Humano em 170 países, estamos em 75º lugar, bem atrás do Chile, da Argentina e do Uruguai, que investiram em educação há mais de 150 anos. As brigas não são nosso único atraso.

domingo, outubro 24, 2010

CASAL DE ARTESÃO É DESTAQUE NO PROGRAMA "É DO PARÁ".

Equipe técnica do estúdio da TV Liberal

Maquiadora da TV Liberal

Estúdio da TV Liberal. Aos fundos repórter trabalhando

Repórter da produção do "É do Pará".

Repórter experimentando a cadeira feita com grãos de açaí.

Foi no último dia 16 do mês em curso que o casal de artesão Valter e Gina, foi o destaque a nível estadual, no programa da TV Liberal do estado do Pará, afiliada a Rede Globo de Televisão, aonde os mesmos participaram de uma entrevista ao vivo para todo o estado do Pará, após a exibição da matéria que foi feita em seu atelier mostrando sua criação inédita no mundo de produtos diversos utilizando o caroço do açaí, como tapetes, jarros, cadeiras, mesas, armários e etc.

O casal aproveita a oportunidade para agradecer a Deus por esta grande oportunidade de fazê-los conhecidos publicamente atrevés desta importante emissora de televisão como os criadores desta técnica de utilização desta matéria prima que é jogada fora no estado do Pará como nos demais estados do Norte do Brasi,l que são os caroços de açaí depois de extraído dos mesmos o seu suco que hoje tem sido produto de exportação para deiversos países do mundo. Como não poderia deixar de agradecer também a TV Liberal como toda a sua equipe de produção do programa "É do Pará", que se interessou em fazer a matéria diretamente do atalier do casal.


Quem desejar saber mais sobre esse mais novo empreendimento com aproveitamento com caroços de açaí basta entrar em contato com os Artesãos Valter e Gina pelo e-mail valterbt@gmail.com ou pelo número do celular (91)81751369.

NOTA DO INSTITUTO AÇO BRASIL

A produção brasileira de aço bruto em setembro de 2010 foi de 2,7 milhões de toneladas, representando queda de 7,0% em relação a agosto e redução de 1,2% quando comparada com o mesmo mês em 2009. Em relação aos laminados, a produção de setembro, de 2,1 milhões de toneladas, representou queda de 1,1% na comparação com o mês anterior e elevação de 6,2% quando comparada com setembro do ano passado. Com esses resultados, a produção acumulada em 2010 totalizou 24,8 milhões de toneladas de aço bruto e 19,7 milhões de toneladas de laminados, o que significou aumento de 34,4% e 40,3%, respectivamente, sobre o mesmo período de 2009.

Quanto às vendas internas, o resultado de setembro de 2010 foi de 1,8 milhões de toneladas de produtos, queda de 2,0% em relação ao mês anterior. Quando comparado com igual período de 2009, registra-se alta de 7,9%. As vendas acumuladas em 2010, de 16,3 milhões de toneladas, mostram crescimento de 42,0% com relação ao mesmo período do ano anterior.

As exportações de produtos siderúrgicos em setembro de 2010 atingiram 564 mil toneladas no valor de 418 milhões de dólares. Com esse resultado, as exportações em 2010 totalizaram 6,0 milhões de toneladas e 3,8 bilhões de dólares, representando queda de 5,0% em volume e aumento de 10,6% em valor quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

No que se refere às importações, registrou-se em setembro volume de 552 mil toneladas (US$ 532 milhões) totalizando, desse modo, 4,4 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos importados no ano, 160,2% acima do mesmo período do ano anterior.

O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos em setembro foi de 2,2 milhões de toneladas, totalizando 20,3 milhões de toneladas em 2010. Esses valores representaram elevação de 19,5% e 55,4%, respectivamente, em relação a igual período do ano anterior.

quinta-feira, outubro 21, 2010

Contratação de falso tenente-coronel é falha da Secretaria de Segurança

Alexandre Garcia

Um falso tenente-coronel infiltrado. Não é a primeira vez que isso acontece. Não podemos saber quantos casos estão acontecendo agora. Lembra do caso do goleiro Bruno, que ainda está em curso, do certo Bola, que teria sido contratado para sumir com o corpo de Eliza Samudio? Ele agia como policial, mas já tinha sido expulso da corporação. Ele dava instrução de combate no grupo de resposte especial da polícia mineira na própria chácara. Agora a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro contrata um tenente-coronel do Exército que nunca foi tenente-coronel. Uma incrível falha de um órgão que trabalha, em primeiro lugar, com informação.

Ora, nos tempos do governo militar, todos os órgãos públicos tinham que submeter a serviços de informações o nome de alguém que poderia ser admitido. Antes de convidar alguém para o cargo de confiança, examinavam o passado da pessoa. Os aprovados em concursos públicos, antes de ser chamados, passavam por uma espécie de “nada consta” da inteligência. Na volta da democracia, enterrou-se isso. Com o entulho de uma seleção ideológica e política. Mas se perderam preciosas informações que hoje não são prestadas, informações bem práticas sobre se a pessoa é parente de autoridades do mesmo setor, se tem o costume de fazer negociatas, intermediações, corrupção, e até se seria mesmo aquilo que diz ser. Hoje se perdeu esse controle sobre a idoneidade de quem assume um cargo público, enriquecimento rápido de alguém que está no governo. Quando se deveria enterrar apenas o controle político e ideológico. Com toda aquela rede de fofoca que se apelidou de arapongada. Aliás, isso sobrevive, como vimos na reportagem do César Tralli.

Assistem-se então a fiascos como esse da Secretaria de Segurança de contratar um tenente-coronel da reserva do Exército de farda tão verde quanto um dólar falso

sexta-feira, outubro 15, 2010

Saiba tudo sobre Dilma Rousseff, a ex-guerrilheira



O pai dela - Pétar Russév (mudado para Pedro Roussef) -, filiado ao Partido Comunista búlgaro, deixou um filho (Luben) lá na Bulgária e veio dar com os costados em Salvador, depois Buenos Aires e, ao fim e ao cabo, fez negócios em São Paulo.

Encantou-se com a professorinha de 20 aninhos, Dilma Jane da Silva (rica filha de fazendeiro) e com ela casou e viveu em Belo Horizonte, tendo três filhos: Igor, Dilma - a guerrilheira - e Lúcia. Igor morreu em 1977.


Era uma família "bon vivant", com casa enorme, três empregadas, refeições servidas à francesa, com guarnições e talheres específicos. Tinham piano e professora particular de francês.

Dilma, entrou primeiro numa escola de freiras - Colégio Sion - e, depois, no renomado Estadual Central. Nas férias, iam de avião para Guarapari/ES e ficavam no Hotel Cassino Radium.

Dilma, ainda jovem, entrou para o POLOP - Política Operária - e depois mudou-se para o COLINA - Comando de Libertação Nacional -. Apaixonou-se e casou-se com Cláudio Galeno Linhares, especialista em fazer bombas com os pós e líquidos da farmácia de manipulação do seu pai.


Sua primeira aula de marxismo foi-lhe dada por Apolo Heringer e, pouco depois, estava em suas mãos o livrinho: "Revolução na Revolução", de Régis Debray, francês que mudou-se para Cuba e ficou amigo do Fidel e mais tarde, acompanhando Guevara, foi preso na Bolívia. Aos 21 anos, Dilma partiu para o RJ a fim de se esconder dos militares, após o frustrado assalto ao Banco da Lavoura de Sabará. No Rio, ainda casada, apaixonou-se por Carlos Franklin Paixão de Araújo, o chefe da dissidência do Partidão; então, chegou, de chofre, e disse para o marido: "Estou com o Carlos!".

Carlos vivia antes com a geógrafa Vânia Arantes e, sedutor, já havia tido outras sete mulheres, aos 31 aos de idade. Com ele, Dilma participou da fusão COLINA/VPR (esta do Lamarca), que deu origem, em Mongaguá, à Vanguarda Armada Revolucionária- Palmares, cujo estatuto dizia:
Art.1º - A Vanguarda Armada Revolucionária- Palmares é uma organização político-militar de caráter partidário, marxista-leninista, que se propõe a cumprir todas as tarefas da guerra revolucionária e da construção do Partido da Classe Operária, com o objetivo de tomar o poder e construir o socialismo."


Foi em Mongaguá, litoral paulista, que se traçou o plano da "Grande Ação", que se deu em 18 de julho de 1969, com o assalto e roubo do cofre da casa da amante do Ademar de Barros, em Santa Teresa /RJ, que rendeu-lhes 2,5 milhões de dólares, cofre aberto em Porto Alegre , a maçarico, pelo metalúrgico Delci. Mas a organização se dividiu entre "basistas" - que defendiam o trabalho das "massas" e junto às "bases", e os "militaristas”, que priorizavam a imediata e constante luta armada comunistas. A disputa pelo butim dolarizado foi ferrenha! Dilma era chamada de "Joana D'Arc da subversão".
Então foi para São Paulo onde dividia um quarto com Maria Celeste Martins, hoje sua assessora imediata no Planalto.


Dedurada por José Olavo Leite Ribeiro - mantinha com ela três contatos semanais -, foi presa, armada, em um bar da Rua Augusta, juntamente com Antônio de Pádua Perosa; depois, entregou à polícia seu amigo Natanael Custódio Barbosa. Enquanto isso, o Carlos Araújo teve um romance tórrido com a atriz Bete Mendes, da TV Globo.
Dilma saiu do presídio em 1973 e foi para Porto Alegre, reatar com o marido infiel. Mas hoje, Carlos Araújo, mora sozinho com dois vira-latas (Amarelo e Negrão), numa casinha às margens da lagoa do Guaíba, em Porto Alegre. Ele tem enfisema pulmonar e está com 71 anos. Diz que é feliz, mesmo a ex-esposa sendo Ministra e candidata do apedeuta/fronteiriço à Presidência da República.


Eis aí uma "síntese/sintética/resumida" da vida da Dilminha que, logo... logo. . . será apresentada pelo Lula como a "da paz e do amor". Quem sabe, antes, possa d ar tempo de dar uma chegada a um "Camp Quest" qualquer, dawkinsiano por certo, para, cética e racionalmente, ficar com a "mente ainda mais aberta", em cursilho preparatório para a Presidência da República.
E em se tratando deste povinho brasileiro (batuque, bola, bolsa e bunda), tudo pode se esperar, infelizmente.
Notas:
Resumo biográfico de Dilma Rousseff, ministra da Casa Civil, que o presidente Lula da Silva quer empurrar goela abaixo dos brasileiros como sua sucessora. Infelizmente a mídia não divulga essas informações, deixando a população na ignorância.
Postado por NISAN SARMENTO EM FOCO NO DIA 13 DE MARÇO DE 2010, NO BLOG "TRABUCO CARAJÁS".


sexta-feira, outubro 08, 2010

ADORAÇÃO A OUTROS DEUSES

Muitas pessoas são enganadas por religiões e seitas que não valorizam ao Criador, o Senhor, o Deus Supremo. Criam seus próprios deuses à quem devotam sua adoração. Inventam histórias de aparições desses deuses, fantasias que enganam a muitos e os afastam do Deus verdadeiro.

São mitos, deuses criados em histórias fantasiosas para explicar sua existência, mas que levam milhares de pessoas ao engano. Esse tipo de engano muitas vezes parte de igrejas que se denominam cristãs, e assim sendo, deveriam ensinar ao povo a adoração apenas ao ÚNICO E VERDADEIRO DEUS.

No nosso tempo atual, a adoração a coisas inanimadas, e a crença de que elas possam fazer algo de extraordinário como abençoar, interceder, guardar do mal e outras crendices, é algo natural.

O mais estranho é que não são apenas pessoas ignorantes e analfabetas que creem nessas coisas, vários artistas e intelectuais devotam culto a esses mitos. Adoram deuses de gesso, de barro, de plástico e outros materiais inanimados. Adoram anjos, adoram pessoas que já morreram e até animais.

Mas tem dificuldade de adorar ao Deus dos céus, o que lhes deu a vida e os abençoa. Creditam as bênçãos recebidas à criatura ao invés do Criador. Mas Deus em sua imensa misericórdia não retira deles o seu amor, e derrama bênçãos a justos e injustos.

O mais preocupante é que também dentro das Igrejas Evangélicas, onde a adoração ao Único Deus deveria ser obrigação, não é uma verdade absoluta. Temos pessoas cultuando pastores, apóstolos, bispos, e cantores.


Gente “correndo” atrás de profecia, revelação e outras coisas do genero, quando já tem a maior revelação que é a Palavra de Deus. Se Deus quiser me enviar uma profecia ou revelação, ela chegará até a mim, não preciso correr atrás. Não preciso e não devo obrigar Deus a falar comigo. Devo respeitar a sua soberania.

Na carta aos Romanos, Paulo escreve sobre trocar a adoração a Deus por culto a coisas criadas. Sobre receber uma benção e não agradecer a Deus e, sim a quem não lhe pode abençoar:

“Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem Lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se.


Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segunda a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e repteis. Por isso Deus os entregou a impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos de seu coração, para a degradação de seu corpo entre si. Trocaram a verdade de Deus pela ,mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém” (Rm 1.20-25). (Grifo nosso).

Algumas igrejas evangélicas estão ensinando aos seus membros a terem medo de: feitiço, bruxaria, macumba, olho gordo e outras aberrações que só deveriam preocupar a quem não é servo de Deus. Mas a teologia do medo tem usado essas artimanhas para fazer o povo permanecer na igreja.

Visitando uma igreja evangélica, vi uma faixa colocada dentro do templo convocando o povo para uma campanha contra “Olho Gordo”. E não era igreja neopentecostal, era igreja histórica.

Ouvi no rádio um pastor convocando o povo para a seguinte campanha: Na igreja dele a pessoa colocaria o pé sobra uma folha de papel. No dia seguinte essa folha seria levada ao monte para ser colocada diante de Deus em oração. Depois disso a pessoa faria o seguinte, iria em uma loja de automóveis, por exemplo, e escolheria o melhor carro, colocaria os pés dentro desse carro e ele seria dela. Faria o mesmo com apartamento, casa e tudo que desejasse possuir.

Também é comum ouvir pastor dando nomes a demônios: “tranca-rua”, “pomba-gira” e outros. Demônios são demônios, eles não tem nomes para os distinguir. Isso de dar nome a demônios são mitos criados por seitas pagãs. “Batizar” demônios é acreditar em mitos. É seguir crendices populares e seitas espíritas.

Em muitas igrejas os cultos imitam os rituais de macumba e são cheios magia negra, demônios são convocados a se manifestarem durante a liturgia. Um irmão me convidou para visitar a igreja onde ele se congrega, e disse: "vá lá, para ver demônios se manifestarem e cairem". Não fui, e não vou. Eu vou a igreja para cultuar e adorar a Deus, não para assistir shows de demônios. Se durante um culto houver manifestação, o demonio deve ser expulso imediatamente, sem direito a entrevista. Eles jamais poderão ser parte da liturgia.

Recebi um e-mail de um irmão me relatando que ao pedir conselho ao seu pastor sobre como agir em relação a uma vizinha que vivia perturbando a família dele, recebeu uma mistura de óleo com enxofre. A mistura deveria ser colocada na porta da vizinha, para que ele fosse embora. Isso é “pura macumba”. Onde esse pastor aprendeu esse tipo de coisa? Ou melhor, quem colocou essa pessoa como pastor?

A igreja evangélica existe para ser luz no meio das trevas, mas uma grande parte dela está se misturando com as trevas. Está imitando o que deveria combater. Que Deus tenha misericórdia.

AO SENHOR DEUS, E SÓ A ELE, TODA GLÓRIA, HONRA, LOUVOR E ADORAÇÃO. PARA

SEMPRE. AMÉM
(Mensagem transcrita).